A importância dos exames de vista no ingresso à escola

Déficit de atenção de um aluno, por exemplo, pode ocorrer por conta de um problema de visão

Janeiro é o mês de férias escolares. Época de comprar o material para o ano letivo que se inicia, planejar os estudos e os objetivos a serem alcançados. Porém, um cuidado importante costuma passar batido pelos pais dos alunos: os exames oftalmológicos. A saúde dos olhos é importante para iniciar as aulas sem alteração visual que possa comprometer o rendimento escolar durante o ano letivo, pela não visualização correta da lousa ou dos textos impressos.

De acordo com a oftalmologista pediátrica do Instituto de Olhos Fernando Ventura, Kátia Dantas, antes de rotular a criança como preguiçosa ou com déficit de atenção, é importante submete-la a uma avaliação oftalmológica e com otorrino para afastar problemas visuais e auditivos.

“O aluno pode se tornar disperso pelo simples fato de não conseguir ver o quadro, então ela vai querer brincar, conversar, mas não vai querer copiar as coisas escritas na lousa, já que não são nítidas ao olho delas”, explicou a médica.

Todas as consultas são essenciais para o desenvolvimento adequado da visão, que se completa aos sete anos. Porém, o acompanhamento tem de ser frequente. Com a febre dos smartphones e tablets, estão cada vez mais comuns problemas de visão nas crianças relacionados ao uso excessivo desta tecnologia.

“Eles podem apresentar os erros recreacionais mais comuns que são miopia (dificuldade de ver para longe), hipermetropia (barramento visual para perto com cansaço ocular) e astigmatismo (sensibilidade à luz, confusão de algumas letras e números, e cefaleia). Também está se tornando comum sintomas relacionados ao ressecamento dos olhos, como vermelhidão, lacrimejamento e ardor ocular. Ainda pode apresentar estrabismo (olho torto) e ambliopia (olho preguiçoso)”, acrescentou a oftalmologista.

%d blogueiros gostam disto: