Acompanhamento psicológico para mulheres com câncer

Estamos entrando no mês de outubro que leva o título de “Outubro Rosa”, mês da do combate ao Câncer de Mama. Mas além do problema de saúde física esse é um problema que pode afetar a saúde mental das mulheres. Segundo a psicóloga Edna Granja do Centro Universitário UniFBV este é um momento importante para reforçar a importância do autocuidado e do fortalecimento da mulher. “As mulheres, geralmente, cuidam mais dos outros do que de si. E isso faz com que identifiquem problemas de saúde não tão precocemente. Para o Câncer de Mama isso pode ser muito grave”, explica a psicóloga.

De acordo com Edna Granja em um primeiro momento é importante ter uma escuta cuidadosa e respeitosa. “Temos que ter uma forma de melhor ajudar essa mulher no seu cuidado e inclusive antecipando os possíveis desdobramentos do tratamento na vida dela. Tem que reorganizar a rotina para minimizar os impactos”, reforça. “Essa mulher vem muito abalada devido as repercussões da doença e do seu tratamento. Temos que trabalhar a autoestima e faze que ela se sinta fortalecida”, conclui a psicóloga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *