Carnaval rural: Guaiamum Treloso agitou Aldeia

[av_gallery ids=’13999,13998,13997,13996,13995′ style=’big_thumb’ preview_size=’portfolio’ crop_big_preview_thumbnail=’avia-gallery-big-crop-thumb’ thumb_size=’portfolio’ columns=’5′ imagelink=’lightbox’ lazyload=’avia_lazyload’]

O sábado (23) foi de pluralidade para o tradicional  bloco Guaiamum Treloso, que, em sua 22ª edição, ganhou ares de Woodstock, virou “Guaiamum Treloso Rural” e montou sua prévia em clima campestre, em Aldeia. Foi um encontro de ritmos e tribos. Pessoas diferentes? Sim, porém com um sentimento único de curtir o clima festivo que antecede o Carnaval e no conforto da megaestrutura montada na Fazenda Bem-Te-Vi, Km 13 da estrada. Por lá a folia seguiu sem intervalos, já que dois palcos foram montados estrategicamente para o som fluir com liberdade. O Projeto Armazém deu o start, seguido pela banda Cosmo Grão. Ave Sangria subiu ao palco com uma apresentação autoral, tendo o rock psicodélico como ponto de partida, relembrando os anos 70. Um dos momentos mais aguardados foi o show da sensação Johnny Hooker com participação especial e inédita de Otto. A performance marcante dos artistas levou o público ao delírio, principalmente quando cantaram juntos “Ciranda de Maluco” em coro com a plateia. Cidade Negra, grande atração da festa, entrou em cena com seus estourados sucessos do reggae. Toni Garrido, Bino Farias e Marcos Lazão entoaram clássicos do repertório do grupo, como “O Erê”, “Falar a Verdade” e “Perto de Deus”. Pratas da casa, DJs Lala K e 440, Tagore, Aninha Martins e Caapora também garantiram a animação dos foliões. No quesito estrutura, Felipe Cabral, fundador do Guaiamum Treloso, pensou em todos os detalhes. Do planejamento ecológico – copos sustentáveis, doação de latas usadas para o Hospital do Câncer -, até a praça de alimentação e lounges especiais para oferecer ainda mais conforto ao público. Neste aspecto, a mulherada que não dispensa um bom make carnavalesco pôde usufruir dos serviços do badalado SPA Urbano Recife. Para as que quiseram renovar o fôlego, o espaço ainda ofereceu massagem relaxante. O Naipe Barber Shop também marcou presença dando um jeitinho caprichado nas barbichas. Teve até Flash Day com Dino Ferreira, do Vintage Tattoo Studio. Ele montou um ambiente criativo e descolado para expor o seu trabalho e ainda tatuou cobrando precinho amigo.  Na quinta-feira da semana pré-carnavalesca tem mais! O bloco arrastará uma multidão em seu tradicional desfile pelas ruas de Casa Forte e Poço da Panela.

%d blogueiros gostam disto: