Cartórios investem em estrutura e em plataforma de serviços

Ao longo dos anos, os cartórios, uma das instituições mais confiáveis do Brasil, alcançaram muitos avanços nos serviços prestados, garantindo segurança jurídica, celeridade, praticidade e economia à população. Aquela ideia de burocracia, de uma repartição apertada, com estrutura precária e superlotada não existe mais. Atualmente, os cartórios estão cada vez mais sofisticados, instalados em espaços planejados para dar conforto aos cidadãos e organizar as atividades dos próprios funcionários de modo que eles consigam atuar rapidamente e com eficiência.
O Segundo Tabelionato de Notas de Jaboatão dos Guararapes, que desde 2017 tem Graziella Guerra como tabeliã titular, tem focado bastante no investimento na estrutura física para deixar o ambiente confortável para receber os clientes e assim melhorar o atendimento. O local dispõe de uma equipe de profissionais qualificados para atender as demandas.
Serviços como divórcios consensuais e inventários desde 2007 podem ser resolvidos diretamente nos cartórios, além da realização de uniões estáveis. Além disso também é possível emitir certidão de comunicação de venda de veículos. De acordo com Graziella, no ato de reconhecimento de firma, o vendedor poderá solicitar o documento e a certidão será expedida na hora, sem a necessidade de retornar ao Detran, como ocorria anteriormente.
“Prestamos um serviço de muita qualidade e rapidez para o cidadão. Situações que geralmente levariam uma média de três anos para se resolver na esfera judicial, no cartório é possível resolver em 30 dias, como é o caso de um inventário”, esclareceu a tabeliã. Outro serviço destacado por Graziella Guerra é o apostilamento de haia, tratado que objetiva a autenticação de documentos que, de forma menos burocrática, ganham o reconhecimento mútuo em todos os países participantes dessa Convenção.
Segundo Graziella, com a realização do apostilamento de haia, os documentos nacionais passam a ter validade e eficácia no exterior, em cerca de 122 países, bem como os documentos estrangeiros ganham validade no Brasil, por meio da emissão de um selo ou carimbo do cartório competente. “Com isso, eles não precisam ter autorização ou legalização do Consulado para se tornarem válidos em outra nação. Dessa maneira, uma boa parte do procedimento burocrático é reduzida”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *