Cervejaria DeBron Bier é a maior do segmento na região Nordeste

A DeBron Bier, projeto dos sócios Eduardo Farias, Raimundo Dantas e Thomé Calmon, tornou-se uma das grandes responsáveis por disseminar a cultura cervejeira artesanal no estado de Pernambuco. Com apenas quatro anos de existência, a fábrica é referência na capacidade de produção no Nordeste, podendo chegar a 150 mil litros por mês, sendo considerada a maior do segmento na região. Possui reconhecimento nacional e internacional, com os concursos Australian Internacional Beer Awards , na Austrália, Copa Cerveza de Americas, no Chile, sendo inclusive a cervejaria do Brasil mais premiada em um dos maiores concurso de cerveja do mundo – o Concurso Brasileiro de Cerveja, em Blumenau, além do prêmio máximo no World Beer Awards, onde foi a única do Nordeste a conquistar a medalha Style Winners, como a melhor  do mundo na competição com o estilo Imperial Stout, cerveja que tem em sua composição rapadura e amêndoas de cacau.

Começando com apenas três estilos, hoje a marca já disponibiliza no mercado onze: Pilsen, Weizen, IPA, Golden Ale, Witbier, Stout, Vienna, as envelhecidas Banguê Amburana Aged, Banguê Cachaça Oak Aged e Banguê Barrel Aged (essas em edições limitadas, sendo envelhecidas em barris de Carvalho e Amburana) e a longneck Debron Craft. Atualmente, a Debron expandiu seu alcance, podendo ser encontrada nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Alagoas, além do agreste pernambucano, e de toda Rede Ibis, impulsionando ainda mais as vendas.

A expressão DeBron Bier, de origem holandesa, é inspirada em “La Fontaine”, nome da casa de Maurício de Nassau na época e que significa “A Fonte”, em francês. Depois de dois anos de pesquisas e várias visitas a cervejarias do Sul e Sudeste do País, América do Sul e Europa, os sócios montaram um plano de negócios e criaram a marca, com a preocupação de fabricar um produto Premium e de qualidade inquestionável, seguindo a lei da pureza alemã.

“Buscamos destacar nossa gastronomia utilizando ingredientes regionais na produção dos estilos de cervejas. A Witibier, por exemplo, leva casca de laranja, coentro e cravo em sua composição. Já a Stout tem seu sabor realçado pelas raspas de cacau e rapadura. O destaque ainda fica nas Banguês, que utilizam em seu envelhecimento, barris de Carvalho e Amburana”, informa Thomé Calmon.

Até chegar à garrafa, a bebida passou por muitos estudos e preocupação para aliar novidade e qualidade. Com um design diferenciado, a garrafa da DeBron Bier chegou ao Estado de maneira exclusiva, por ter a capacidade de controlar o creme da bebida, respeitando a quantidade de espuma comum a cada estilo.

“Alguns estilos são mais propícios a formar o colarinho. É mais comum, principalmente nas belgas, agregando valor não apenas ao sabor, como também ao visual da bebida”, explica Thomé Calmon. A espuma é responsável por manter o sabor característico, o amargor, a temperatura, assim como ajuda na liberação do aroma. “Por isso que para as cervejas artesanais o colarinho é muito importante, já que o intuito é proporcionar interação entre todos os sentidos. A espuma faz parte da degustação”, ressalta Eduardo Farias.

 

Endereço – Estrada da Batalha, 1832 – Prazeres, Jaboatão dos Guararapes – PE 51170-000

Horário: 8h às 17h – Exceto domingo

Telefone – (81) 3342-4087

 

por Redação Terra Magazine – Edição 49 / 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *