Decoração inclusiva: aprenda a tornar o lar acessível aos cadeirantes

Respeitar o ser humano, independente de suas condições físicas, é uma atitude que deve ser inerente as nossas ações.  A acessibilidade torna possível a independência no dia a dia dos deficientes. Mas essa conquista pode ser trazida para dentro de casa com ações simples que promovam na decoração as adaptações necessárias. Para facilitar o acesso no lar, confira agora algumas dicas das experts em décor Fabiana Haluli, da HR Haluli, e Rosa Menezes, da Villa Pietra.

Foto: Reprodução/Made Assessoria
Foto: Reprodução/Made Assessoria

“Na cozinha, as panelas, eletrodomésticos e utensílios em geral devem estar em prateleiras inferiores. Neste caso, os objetos devem ser colocados no mobiliário com uma altura entre 40 cm e 1,20 m. Já o tampo da mesa é ideal estar entre 15 e 80 cm do chão. Isso facilitará a aproximação da cadeira de rodas. As pias e bancadas são obrigatórias ter entre 75 e 80 cm de altura”, recomenda Fabiana Haluli. Outro ambiente que requer uma atenção especial na decoração e disposição dos móveis é a sala de estar. Segundo Fabiana, a distância entre as peças é de no mínimo 90 cm e a altura do sofá, 46 cm. Deve-se evitar a escolha de mobiliário com vidro e optar por itens com os cantos arredondados.

Foto: Reprodução/Made Assessoria
Foto: Reprodução/Made Assessoria

O banheiro exige cuidados redobrados. “Por ser um espaço molhado, o melhor é colocar pisos antiderrapantes. Com certeza, pisos polidos e com brilho devem ser deixados de lado”, orienta Rosa Menezes.  Mais uma medida de segurança é instalar barras de apoio no boxe. Além disso, o chuveiro deve ter ducha manual e o botão de monocomando de regulagem da temperatura da água deve estar fixo a um metro do piso. O sabonete, toalhas, condicionador, shampoo e outros produtos devem estar ao alcance, para isso, a altura deve ser entre 80 cm a 1,20 m. Os demais acessórios do banheiro têm que ficar em altura mais baixa, por exemplo, o vaso deve estar a 46 cm. O espelho deve estar de maneira inclinada.

Foto: Reprodução/Made Assessoria
Foto: Reprodução/Made Assessoria

De acordo com Fabiana Haluli, no local de descanso – o quarto, a cama deve ser firme e possuir um colchão com altura de 46 cm. Enquanto, o guarda-roupa deve ter, a partir do chão, sua base com altura de 30 cm. Para decorar com carpetes, Rosa Menezes aconselha os embutidos. “Os cadeirantes não podem escolher os carpetes com pelo alto, pois dificulta a rolagem da cadeira. A alternativa adequada são os nivelados ao piso adjacente”, afirma. Na área de serviço, duas ações necessárias são utilizar uma máquina de lavar roupa com abertura frontal e varais com acionamento elétrico. Não esquecendo que o modelo de torneiras deve ser com sensor automático ou alavanca e os interruptores podem ficar entre 80 cm e 1,20 m.

%d blogueiros gostam disto: