Descobrindo a culinária Nikkei

Como os ingredientes da gastronomia peruana e japonesa se unem para formar sabores deliciosos

Calamares-Relenõs-Chiwake—Foto-Luiz-Fabiano

Fusão das técnicas deu origem a uma comida saborosa, rica em temperos e aromas

Quando duas delícias se unem e não cabem em uma única definição, ela se divide e dá origem a um novo sabor. Assim aconteceu com a culinária Nikkei, resultado da fusão entre a gastronomia peruana e japonesa, que faz sucesso em vários países do mundo.

Machu Pichu Chiwake – Crédito Luiz Fabiano

Segundo conta a história, a culinária Nikkei surgiu no final do século XIX quando o Peru recebeu os primeiros imigrantes japoneses. Quando chegaram ao país, os orientais começaram a misturar ingredientes peruanos às receitas dos pratos típicos do Japão. Com o tempo, os peruanos também adicionaram elementos japoneses nos seus pratos e assim criaram as deliciosas iguarias que hoje são tradicionais no país andino, como os ceviches e tiraditos.

O que parecia uma combinação improvável acabou resultando em uma comida surpreendente, que garante uma experiência única, rica em aromas e sabores. “A culinária nikkei é muito criativa e exótica. Fazemos uma mistura de ingredientes, como gengibre, shoyo e wassabi, em pratos que levam também pimentas e geleias peruanas. Um exemplo perfeito é um arroz de ají amarillo cremoso com carne à base de molho de ostra e shitake. Esse é o toque asiático. É a fusão”, afirma o chef Biba Fernandes, à frente dos restaurantes Chicama e Chiwake – este último é o primeiro restaurante peruano de Pernambuco e o segundo do Brasil.

De acordo com Biba, a culinária peruana tem muito a ver com o nosso clima porque as receitas utilizam produtos frescos e tropicais. “O que fazemos é, na verdade, uma fusão da cozinha peruana, nordestina e japonesa. Os ingredientes daqui são muito parecidos com os de lá. Eles usam muito coentro, batata doce, macaxeira e batata. A diferença são os temperos e, em especial, as pimentas, que acrescentam mais sabor aos pratos”, afirma explicando que atualmente 90% do cardápio do Chiwake é nikkei.

Leia também: