Doutores da Alegria apresenta São Joãozinho em webcordel  

 

Peça inspirada em literatura de cordel, que era apresentada nos hospitais, virou cinco episódios de uma série na internet. “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João ou vice e versa” começa a ser exibida nesta segunda (22)

Os palhaços do Doutores da Alegria ainda não voltaram às visitas aos hospitais, mas as crianças não vão ficar sem a comemoração do São Joãozinho, mesmo em tempos de pandemia. Nesta segunda-feira (22), o elenco lança o webcordel “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João ou vice e versa”. Serão cinco episódios de uma série, de até cinco minutos cada, disponibilizados diariamente às 17h, até sexta-feira, dia 26, no canal do Youtube da associação (@tvdoutores).

 

Vai ter São Joãozinho do Doutores da Alegria, sim sinhô!Inspirada na literatura de cordel, a peça apresentada em anos anteriores nos quatro hospitais atendidos pelo grupo regularmente (Hospital Universitário Oswaldo Cruz e Procape, Hospital da Restauração, Barão de Lucena e Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira) e também em teatros e abrigos de idosos, foi adaptada para o meio audiovisual.

Os palhaços gravaram de suas próprias casas. O noivo, Dr. Marmelo (Marcelo Oliveira), frouxo que só, com medo do pai da noiva, tentou se esconder na cozinha e até debaixo da mesa. Mas Dra. Baju, depois de procurar por todos os cantos da casa, faz uma ligação de vídeo para Dr. Mircolino “Lampião”, para se queixar da querela. São as fuxiqueiras, Dra. Nana (Ana Flávia), Dra. Svenza (Luciana Pontual) e Dra. Muskyta (Olga Ferrario), que ajudam Baju a encontrar o dito cujo na “nuvem”. O casamento, se tudo der certo, será celebrado por Santo Antônio (Dr. Lui). E não é que, mesmo com distanciamento social, um monte de gente vai participar da celebração de suas casas mesmo?

O narrador desse imbróglio todo é São João (Dr. Eu_zébio/Fábio Caio), que teve todo um cuidado com a cenografia para gravar sua participação.  A história tem ainda São Pedro (Dr. Dud Grud/Eduardo Filho) e um convidado especial, Dudu do Acordeon, como São “Foneiro”.  A trilha da websérie é assinada pelo músico, que participa do São Joãozinho do Doutores da Alegria pelo terceiro ano consecutivo.

Imprimir ritmo e a mesma energia que as crianças conhecem nas enfermarias dos hospitais foi um dos desafios do diretor Arilson Lopes, coordenador artístico da unidade Recife do Doutores da Alegria, autor do texto original e do roteiro adaptado. “Foi um trabalho enorme, já que os palhaços não eram acostumados com essa dinâmica de gravar os próprios materiais. Dirigir um ator à distância é um desafio. Mas estávamos todos empenhados porque não poderíamos deixar o São Joãozinho passar em branco nos hospitais”, explica Lopes. A direção de fotografia e a edição são assinadas por William Oliveira, que também colabora com a adaptação do roteiro.

Para encerrar a programação junina, na quarta-feira, dia de São João, 24 de junho, às 18h, Santo Antônio (Dr. Lui/Luciano Pontes) recebe Dudu do Acordeon para uma live especial no canal do Youtube do Doutores da Alegria (@tvdoutores). O público pode esperar muito forró e palhaçada!

 

Doutores da Alegria na web – Desde que a pandemia da Covid-19 inviabilizou as visitas aos hospitais, os palhaços do Doutores da Alegria precisaram se reinventar. A associação, que já tinha uma presença forte no meio digital, pensou novos formatos para alcançar as crianças hospitalizadas, seus acompanhantes e os profissionais de saúde, mas também o público em geral. A principal ação tem sido a série de vídeos intitulada “Delivery Besteirológico”, que traz cenas de palhaços gravadas pelos próprios atores em suas casas. Entre os dias 6 de abril e 6 de junho, os vídeos alcançaram mais de 4 milhões de pessoas. Neste período de São João, as cenas têm uma pegada especial: Dra. Svenza, por exemplo, ensina uma simpatia que não tem erro! E Dr. Lui (Luciano Pontes) está dançando forró até com o espelho!

Para chegar ao público que está nos hospitais atendidos pela associação, foram criados grupos de WhatsApp exclusivos para profissionais de saúde. “Dessa forma, as próprias enfermeiras e médicos compartilham os vídeos com os colegas e com as crianças”, explica Arilson Lopes. Os grupos recebem materiais exclusivos.

Além disso, os palhaços dos elencos de São Paulo e do Recife têm interagido em “Consultas besteirológicas” ao vivo, transmitidas pelo Youtube. Já a Escola Doutores da Alegria, com sede em São Paulo, tem trabalhado virtualmente com os alunos do Programa de Formação de Jovens e decidiu levar o Ciclo de palestras que acontecia na sede da associação, para o meio virtual, dentre outras ações planejadas. A agenda de atividades pode ser conferida nas redes sociais e no site www.doutoresdaalegria.org.br .

 

 

Serviço:

Webcordel Doutores da Alegria em “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João ou vice e versa”

Quando: de segunda (22) a sexta (26), às 17h

Onde: YouTube (@tvdoutores)

Quanto: Gratuito

 

Live especial de São João

Com Luciano Pontes (Dr. Lui) e Dudu do Acordeon

Quando: quarta-feira (24), às 18h

Onde: YouTube (@tvdoutores) e Facebook (@doutores)

Quanto: Gratuito

 

Doutores da Alegria:

Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que introduziu a arte do palhaço no universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos. Fundada em 1991 por Wellington Nogueira, transita pelos campos da saúde, da cultura e da assistência social e reforça a cultura como um direito de todos.

Desenvolve o Programa de Palhaços em 12 hospitais de São Paulo e Recife. No Rio de Janeiro, com o projeto Plateias Hospitalares, mantém uma programação artística permanente e diversa em sete hospitais. A Escola Doutores da Alegria traz formações diversas para o público em geral e para artistas e, entre suas iniciativas, se destaca o Programa de Formação de Palhaço para Jovens.

 

Como ajudar na manutenção da associação Doutores da Alegria

 O trabalho da associação Doutores da Alegria, gratuito para os hospitais, é mantido por doações de empresas e de pessoas físicas, tanto por recursos próprios quanto por recursos advindos por meio das leis de incentivo fiscal. Os recursos das contribuições permitem a continuidade e a expansão das atividades e da estrutura do grupo, a realização de atividades de formação, oficinas e o aprimoramento técnico dos artistas. Quem quiser ajudar o trabalho da associação Doutores da Alegria pode entrar no site www.doutoresdaalegria.org.br e em facebook.com/doutores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *