Doutores da Alegria contam histórias de hospital

Histórias que acontecem no cotidiano dos Doutores da Alegria nos hospitais compõem uma das ações artísticas mais significativas do grupo: o Conta Causos. Neste mês de setembro, os atores realizam duas sessões, com narrativas diferentes em cada uma delas, nos dias 14 e 21 de setembro, sempre às 10h, na Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco, em Santo Amaro. A entrada é gratuita. As apresentações vão contar com intérprete de libras e audiodescrição.

“São histórias engraçadas, emocionantes ou até um pouco tristes, mas que revelam o nosso trabalho, a delicadeza e a disponibilidade do palhaço no encontro com o paciente, o acompanhante, o profissional de saúde”, comenta Arilson Lopes, coordenador artístico da unidade Recife do Doutores da Alegria.

No Conta Causos, os atores encenam as histórias “de cara limpa” e não como palhaços. No dia 14 de setembro, o público vai ouvir os relatos de Fábio Caio (Dr. Eu_zébio), Greyce Braga (Dra. MonaLisa), Juliana de Almeida (Dra. Baju), Luciana Pontual (Dra. Svenza) e Marcelo Oliveira (Dr. Marmelo). No dia 21 de setembro, participam da ação: Ana Flávia (Dra. Nana), Eduardo Filho (Dr. Dud Grud), Luciano Pontes (Dr. Lui), Olga Ferrario (Dra. Musquita), Tiago Gondim (Dr. Gonda) e Wagner Montenegro (Dr. Wago). A direção artística é de Arilson Lopes e a produção executiva de Nice Vasconcelos.

Entre as histórias, algumas delas são emocionantes e surpreendentes, como o caso de Pedro, que estava na UTI do hospital, dormindo há mais de cinco dias, e foi acordado por Dr. Eu e Dra. Baju depois do desafio feito por uma enfermeira. Ela disse que os palhaços não seriam capazes de acordá-lo de jeito nenhum, mas não é que Pedro reagiu e se levantou com muita vontade de…fazer xixi? Tem também a história de Alana, que tinha um xodó especial por Dr. Lui. Ela não deixava Dr. Eu entrar no quarto de jeito nenhum. Instigado por Dr. Lui, Dr. Eu tentou de todas as formas conquistar a garotinha: disse que era legal, inteligente, até que inventou de dizer que era bonito. Alana não teve dúvidas: “Aí não dá, né? Mentira não vale!”.

No Conta Causos, os atores aproveitam para tirar dúvidas recorrentes, como o fato dos palhaços não serem voluntários (e sim atores profissionais), ou esclarecer que eles não pedem colaborações em ônibus.

Nesta ação, Doutores da Alegria incentiva que o público doe livros de literatura para infância e juventude para ampliação do acervo da Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco. Os livros devem ser novos ou seminovos: não podem estar riscados, rasgados ou manchados.

As duas sessões do Conta Causos fazem parte de uma programação especial do mês de setembro, em comemoração aos 16 anos de atuação do Doutores da Alegria no Recife. No dia 29 de setembro, às 8h30, os palhaços realizam o 6º Bobociclismo – O passeio ciclístico mais bobo do mundo, saindo do Parque da Jaqueira. No mesmo dia, às 16h, encerram a mostra Transborda Camarotti 10 Anos, no Teatro Marco Camarotti, no Sesc Santo Amaro, com um cabaré de palhaços.

 

Serviço:

Conta Causos

Quando: dias 14 e 21 de setembro, às 10h

Onde: Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco – Sala de Estudos do 1º Piso (Rua João Lira, s/n, Santo Amaro)

Quanto: Entrada Gratuita

Acessibilidade: As sessões vão contar com intérprete de libras e audiodescrição

Informações: (81) 3466-2373

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *