Estudo britânico relaciona mortalidade de COVID-19 com baixo nível de vitamina D da população de 20 países da Europa

Outras pesquisas internacionais também investigam o papel desta vitamina na prevenção e no tratamento da doença
Um novo estudo científico¹ publicado por pesquisadores britânicos relaciona a taxa de mortalidade de COVID-19 com o baixo nível de vitamina D da população de 20 países da Europa, incluindo Reino Unido, Itália, Espanha e França, que apresentam os maiores números de morte por coronavírus no continente.

“Identificamos uma potencial associação entre os níveis médios de vitamina D em vários países europeus com o número de casos de COVID e sua mortalidade”, relatam os pesquisadores Petre Cristian Ilie, Simina Stefanescu e Lee Smith, no estudo “O papel da vitamina D na prevenção de infecção e mortalidade da doença COVID-19”, publicado pela Aging Clinical and Experimental Research no início deste mês.

A pesquisa foi motivada pela existência de estudos anteriores que fazem a associação entre os baixos níveis de vitamina D e o maior risco de infecções agudas do trato respiratório, segundo os pesquisadores.

“Nos 20 países europeus avaliados foram detectados na população níveis médios de 22,4 ng/ml, considerados baixos de vitamina D. Segundo os pesquisadores, estudos anteriores já relatavam uma situação mais grave entre os idosos, com níveis de 10,4 ng/ml na Espanha, 11,2 ng/ml na Itália e 18 ng/ml nos países nórdicos. Considerando que a população idosa pertence ao grupo de risco, os níveis desejados seriam de 30-60 ng/ml”, explica o médico Odair Albano.

Outras pesquisas

Como ainda não há nenhum tratamento, medicamento ou vacina contra a Covid-19 os especialistas em vitamina D têm procurado contribuir com estudos científicos sobre o eventual papel deste pré-hormônio, como imunomodulador na prevenção da doença.

Pesquisadores da universidade norte-americana Northwestern também relacionaram a deficiência de vitamina D aos pacientes com os sintomas mais graves da COVID-19. A investigação² baseou-se em 10 países, incluindo Estados Unidos, China e as nações europeias com maior número de casos confirmados de COVID-19.

O estudo “Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19”, publicado este mês pela Science Daily, demonstra uma relação inversa entre os níveis de vitamina D e o PCR (proteína C reativa) marcador da atividade inflamatória. Durante a fase avançada da COVID-19 ocorre a chamada “tempestade de citocina”, ou seja, a hiperinflamação e aumento do PCR, causada pela grande atividade do sistema imunológico, como resposta do organismo à ação do coronavírus.

Já pesquisadores da China e da França publicaram artigo³ recente observando o papel da vitamina D na regulação do sistema renina-angiotensina e recomendam a correção da deficiência da vitamina nas estratégias de prevenção da COVID-19.

Segundo os médicos Zhijian Cao, Yingliang Wu, Emmanuelle Faucon Jean-Marc Sabatier o sistema renina-angiotensina (SRA) controla os vasos sanguíneos, coração, rins, suprarrenais e o sistema nervoso autônomo. A superativação do sistema renina-angiotensina pode causar distúrbios cardiovasculares e renais e aumento da resposta imune (hiperinflamação). A vitamina D pode ser importante na prevenção, porque age como modulador e inibidor da atividade do sistema renina-angiotensina. A deficiência da vitamina D pode provocar hiperativação de sistema renina-angiotensina e piora do quadro de COVID-19.

O artigo, “Principais funções do sistema ‘Renina-Angiotensina’/Desenvolvimento de medicamentos e vacinas com impacto na vitamina D”, foi publicado no jornal científico Infectious Disorders – Drug Targets.

Referências

1 – Ilie, P.C., Stefanescu, S., Smith, L. The role of vitamin D in the prevention of coronavirus disease 2019 infection and mortality. Aging Clinical and Experimental Research. Maio 6, 2020.

2 – Northwestern University. Vitamin D levels appear to play role in COVID-19 mortality rates: Patients with severe deficiency are twice as likely to experience major complications. ScienceDaily. Maio 7, 2020.

3 – Cao, Z., Wu, Y. Faucon, E., Sabatier, J-M. SARS-CoV-2 & Covid-19: Key-Roles of the ‘Renin-Angiotensin’ System / Vitamin D Impacting Drug and Vaccine Developments. Infectious Disorders – Drug Targets. 2020, Vol. 20, No. 0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *