Festival MECABrennand misturou arte, música e cultura no Recife

A noite deste sábado (14) foi de muito agito na Oficina Brennand. O espaço abrigou a segunda edição do Festival MECABrennand. A programação começou às 14h com uma série de shows, DJs, talks, performance e muita imersão em cultura e criatividade, e seguiu até a madrugada deste domingo.

Foto: Felipe Souto Maior

Durante o dia o festival contou com diversos bate-papos sobre música indígena, movimentos culturais, vida sustentável e cultura regional que reuniram nomes conhecidos como Ana Garcia, China, Aslan Cabral, Amanda Mansur, Luiz Arruda, o indígena Anápuáka Tupinambá e Carlo Pereira.

Foto: Lara Valença

Às 18h, começaram os shows no palco principal. Tulipa Ruiz, Romero Ferro, Mombojó, Shevchenko & Elloco, Noporn e 9K se revezaram no comando da festa. Quem abriu a noite foi o DJ Patrick Tor4. Em seguida, o cantor Romero Ferro assumiu o microfone para apresentar seu novo disco intitulado “Ferro” e contou com a participação de Michelle Melo.

Romero Ferro – Foto: Felipe Souto Maior

As atrações mais esperadas foram Tulipa Ruiz, que voltou ao Recife depois de quase dois anos da última apresentação na cidade, e Shevchenko & Elloco, a sensação do bregafunk. Hits como “Tome Empurradão”, “Chapuletei” e “Gera Bactéria” levarão o público à loucura e fizeram todo mundo dançar o famoso “passinho”. Mombojó também foi outro destaque da noite, relembrou algumas músicas antigas e convidou China para cantar a última música, “Deixe-se acreditar”.

Tulipa Ruiz – Foto Felipe Souto Maior

Em paralelo ao Main Stage, o evento também contou com um segundo palco voltado para música eletrônica que contou com o set dos DJs Roger Weekes (Inglaterra), Jay West (Argentina), Iury Andrew, JV, Libra, Patrick Tor4, Dimas Henkes e Cleu Oliver. Além dos talks e programação musical, o MECABrennand também contou com o MECAMarket, uma espécie de feira colaborativa que reuniu mais de 25 marcas locais. A curadoria ficou a cargo do Festival BON BINI, de Rara de Biase.

Confira um pouco de quem circulou por lá nas fotos de Felipe Souto Maior:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *