Geraldinho Lins canta no São João de Caruaru

Artista também se apresenta no Recife e em Serra Negra

Maior festa da cultura nordestina, o São João tem a cara e o som de Geraldinho Lins, que não poderia ficar de fora do Maior e Melhor São João do Mundo. O cantor se apresenta em Caruaru nesta sexta-feira (16), em show que vai ser realizado em pleno Pátio de Eventos Luiz Gonzaga. No repertório do artista, uma série de antigos e novos sucessos de sua carreira (“Amor de Sertão” e o lançamento “Um por de sol de sentimento”), além de clássicos do forró e canções da MPB (“Girassol” e “Tudo azul”) adaptadas para o ritmo maior da festa.

Geraldinho Lins

A apresentação é aberta ao público, que já pode ir treinando para o show a partir do novo CD promocional do artista, disponível para ser ouvido e baixado de forma gratuita no perfil de Geraldinho Lins no portal Sua Música: www.suamusica.com.br/geraldinholinspromocionalsaojoao2017

 

Mas Geraldinho Lins não para. No dia seguinte (18), o artista é a atração principal do São João do Clube Alemão, em Caruaru. A festa começa às 11h e vai ter forró, recreação infantil, concurso de trajes matutos, fogueira e comidas típicas, entre outros atrativos. Os ingressos para convidados têm o valor de R$ 50 e são vendidos na secretaria do clube. Sócios não pagam para curtir a festa.

 

Já no domingo (18), é a vez de o São João de Serra Negra, em Bezerros, receber a apresentação de Geraldinho Lins. O artista se apresenta no palco principal, montado ao lado do anfiteatro da cidade, na mesma noite em que cantam Carlinhos Nova, Balanço Tropical e Percinho Amorim.

 

História – Geraldinho Lins, ou melhor, Geraldo Pereira Lins Filho nasceu na cidade de Serra Talhada, em pleno Sertão do Pajeú. Seu primeiro contato com a música foi aos 13 anos de idade, ao ganhar um violão da mãe. Mas a paixão pelo forró veio alguns anos mais tarde, em Caruaru, quando Geraldinho conheceu o Trio Nordestino e seu tradicional forró pé de serra. Isso selou uma paixão distribuída em mais de 200 canções de sua autoria, em ritmos como xote, baião, caboclinho, frevo de bloco e frevo rasgado.

 

Sua primeira banda, a Flor da Pele, foi formada por amigos de colégio. Em seguida, veio a Quenga de Coco, grupo com o qual Geraldinho Lins se apresentou em diversos locais do País. Nos últimos doze anos, o artista atua em carreira solo, conquistando fãs em todo o Nordeste com shows da Bahia ao Maranhão, bem como outras capitais, a exemplo de São Paulo e Rio de Janeiro – cidades onde o artista bateu recorde de público em todos os shows.

 

Além do São João, Geraldinho Lins também agita o público com sua descontração durante o período carnavalesco. Ano após ano, o artista arrasta multidões no desfile do maior bloco carnavalesco do mundo, o Galo da Madrugada. A história de sucesso de Geraldinho com o Galo teve início em 2005, quando, de cima de um dos trios elétricos que participaram do desfile, o cantor fez a multidão vibrar ao som de um repertório que unia o frevo a alguns de seus sucessos, interpretados em uma levada mais agitada. Além do desfile do Galo da Madrugada, Geraldinho Lins esteve presente na programação das principais festas de Carnaval do estado, a exemplo dos festejos da cidade de Bezerros e do Recife.

 

As apresentações, no entanto, não se limitam ao território nacional. Em janeiro, Geraldinho levou seu forró à Europa em miniturnê na Alemanha. Desde 2013, o músico desenvolve esse trabalho, que contempla o intercâmbio com músicos e produtores europeus e brasileiros que divulgam o forró na Europa. Além da Alemanha, Geraldinho já tocou em países como França, Portugal e Suíça.

 

Geraldinho Lins está à frente de uma equipe de 20 profissionais, entre técnicos, produtores e roadies. Sua banda é formada por Sandro Pick (bateria), Sandro Araras (percussão), Saulo Alves (contrabaixo), Edi do Acordeon (sanfona), Marquinhos Casa Amarela (zabumba), Daniel Félix (teclados) e Kiel Hernandez (guitarra). O artista possui 16 CDs lançados, nove na carreira solo, e três DVDs.

Leia também: