Milkshake: De remédio para doentes a uma das sobremesas mais pedidas de todos os tempos

1milkshake

 

Inicialmente feito com leite, uísque e chocolate, o milkshake era utilizado como tônico para doentes até o final do século XIX. Foi somente no início do século seguinte que a bebida passou a ser produzida com xarope de chocolate, morango ou baunilha e caiu no gosto popular. Como as pessoas, frequentemente, pediam sorvete para acompanhar a sobremesa, ela rapidamente incorporou o ingrediente, que passou a fazer parte da sua receita desde então. Entretanto, foi apenas no ano de 1937, nos Estados Unidos, que o americano Ray Kroc inventou o Milk shake que tomamos hoje.

Tudo começou quando ele teve a ideia de utilizar um processador ao invés de um liquidificador para bater o creme. O resultado foi uma bebida de textura aveludada e muito mais cremosa que a anterior. Com o passar do tempo, várias marcas desenvolveram as suas próprias versões, acrescentando polpa de frutas, achocolatado em pó, cereais, leite condensado e outros ingredientes à mistura. Aqui no Recife, o empresário e gastrônomo Gustavo Veiga, a frente do Dog On The Road, incrementou a versão clássica (a de chocolate) com cinco bolas de sorvete de base italiana, ou seja, cremosíssimo, e leite 100% orgânico e integral. “Quanto mais cremoso for o sorvete e quanto mais puro por o leite, mais intenso será o sabor do milkshake. Além disso, a cremosidade dos ingredientes evita que cristais de gelo se formem no copo, o que pode deixar a bebida com um gosto aguado e textura bastante líquida”, pontua o empresário. (O milkshake de chocolate do DOTR tem 500 ml e custa R$ 16,90).

%d blogueiros gostam disto: