O Carnaval do Parador roubou a cena em 2020 e já está com festa fechada para 2021

Na montagem das programações do Carnaval do Recife fica sempre aquela expectativa: quem vai roubar a cena? Pois bem, em 2020 a missão ficou, mais uma vez, ao Camarote Parador. Isso aconteceu pela primeira vez há cinco anos atrás, quando foi anunciado o espaço bem ao lado do Marco Zero, o coração e maior polo da folia pernambucana. Desta vez, a aposta nas super-festas, todas destintas umas das outras, e em especial com a presença da cantora Iza. Foram cinco mil pessoas no espaço por dia. No domingo,  a turma do som alternativo que ovacionou Nação Zumbi, Eddie, Falcão e Academia da Berlinda. Shows lindos de se ver entre sinergia do público e palco.

Na segunda-feira, dia de Iza, a turma jovem deu cor e alegria ao espaço e formaram coro no show da nova diva junto com Alinne Rosa, a conterrânea Duda Beat e ainda o DJ Armando Babaioff, anfitrião da noite. O dia recebia o nome da sua festa carioca, a Sopa. Anota aí: Silvio Pontual, produtor do Parador, já renovou contrato com a Sopa para o carnaval 2021. A noite ainda levou holofotes do carnaval pernambucano a todo Brasil com imagens da cantora Iza fantasiada de mulher-gato por toda a mídia nacional.

A despedida na terça-feira foi um feito inédito no mundo do axé: Bell Marques e Durval Lelys se reuniram pela primeira vez fora de Salvador em uma noite de Carnaval.

Apesar de todos ingressos esgotados, o Parador em momento algum passou por apertos, tendo também o servico da praça de alimentação e ilhas de bebidas funcionando a pleno vapor. A produção é da Tampa Entretenimento, de Silvio Pontual, Henrique Figueira e André Gimk. Confira cliques da noite:

Fotos: Luiz Fabiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *