Paternidade é foco de Rebento primeiro álbum autoral de Ivo Thavora

Pernambucano Ivo Thavora aborda as transformações da paternidade em seu primeiro álbum autoral, Rebento, que terá lançamento virtual nesta terça-feira (14), em todas as plataformas digitais, e show de lançamento no dia 22 de maio, no Estelita, às 21h, com entrada gratuita. Com 20 anos de carreira dedicadas às composições e à noite recifense, na frente do Conjunto Maravilha, o músico entra em nova fase de sua carreira.

Com o álbum autobiográfico Rebento, o pernambucano Ivo Thavora se lança nessa carreira autoral, trazendo um caráter intimista e autobiográfico neste disco que aborda em dez faixas as incertezas e transformações que a paternidade trouxe para a sua vida. Fundador do Conjunto Maravilha, atração conhecida nas festas alternativas da capital pernambucana, que dá novo embalo aos sucessos de Chico Buarque, ele partiu da inquietação de colocar as suas composições em um trabalho com assinatura própria para criar seu primeiro trabalho solo. Para amarrar a sonoridade, ele contou com a produção musical de Bactéria, ex-Mundo Livre S/A.

“A maioria das composições foram feitas durante a gestação de meu primeiro filho, porém, como o processo de composição foi muito longo, as canções acompanharam a evolução deste tema na minha vida”, adianta Ivo. “Só que eu não quis deixar algo tão explícito. Esse foi um questionamento colocado por vários amigos artistas: ‘por que não fizesse uma coisa mais romântica, mais calminha?’ Eu não quis fazer isso, eu quis usar das minhas influências sonoras para traduzir estes sentimentos no trabalho”, conta o músico, que realizou o trabalho sob a inspiração de nomes como Jamiroquai, Daft Punk e Steve Wonder, unindo as referências internacionais com a latente musicalidade pernambucana.

Antes do disco chegar as plataformas de streaming, Ivo já divulgou dois singles que dão a medida do há por vir: Retrato e Tempo. Disponível no YouTube do artista, a primeira música, também sua primeira composição, é a mais autobiográfica de seu trabalho: “É exatamente o reflexo da maior incerteza que tive na minha vida: eu ia ser pai pela primeira vez e passava um milhão de coisas na minha cabeça. É uma música muito marcante.”

O segundo single lançado, Tempo, é uma música que não fala especificamente de paternidade, mas transita no universo da família. “Ela foi feita no período em que eu me separei e é uma música que provoca uma identificação muito grande em muita gente que escuta, por abordar a correria do cotidiano em que ninguém tem muito tempo para dedicar às coisas”, explica.

Gestado durante cinco anos, das primeiras composições até a finalização do trabalho, Rebento evoluiu sincronizado com o crescimento de seu primeiro filho. “Ele ainda estava na barriga da mãe, quando eu comecei a compor. Então já tem quase seis anos”, complementa o músico.

Além de Ivo no vocal, o disco conta com banda formada por Vicente Machado (baterista), Leandro Almeida (contrabaixo), Pedro Vivant (guitarra), Diego Drão (teclado) e participação de Bactéria reforçando as teclas em algumas faixas.

Complementam o trabalho ainda Gabriel Conolly (violoncelo) e o coro de Ganga Barreto, da coquista Joaninha Xeba e de Gustavo Paes, além das participações da cantora argentina Chula Blasco, de Carlos Ferrera (também responsável pela preparação vocal do disco), de Petruchio e do DJ Damata nos samples.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *