Primeiro Apartamento: Bruno Moraes dá 10 dicas para quem vai escolher e montar o novo lar

A partir de exemplos práticos de seu próprio imóvel, com apenas 53 m², arquiteto revela como deixar cada cantinho ainda mais especial

O primeiro apartamento é uma conquista na vida de muitos jovens e adultos. Seja para morar só, com amigos ou se casar, o momento de entrar no primeiro imóvel é algo inesquecível e repleto de desafios. Para contribuir nesta tarefa, o arquiteto Bruno Moraes, que comanda o escritório que leva seu nome e tem ampla experiência no assunto, traz recomendações valiosas a fim de evitar diversos problemas na hora de escolher, comprar e montar o primeiro cantinho.

Estante do living: adaptável com módulos e próxima à janela para arejar | Fotos: Luis Gomes

1. Adaptar é preciso!

Muitas vezes na empolgação de arrumar tudo, os moradores se esquecem de que, no decorrer do dia-a-dia, uma série de necessidades novas poderão aparecer. “A dica é pensar em móveis que se adaptem a essas mudanças”, afirma Bruno. Entre os exemplos, ele mostra a própria estante da sala de estar de seu apartamento, que é dinâmica – com cubos metálicos iguais onde há a flexibilidade de compor prateleiras, nichos ou módulos fechado.

2. Janelas

Antes de mobiliar o apartamento, é importante analisar como ficará a disposição de tudo em relação às janelas. Convém deixar os armários próximos, preferencialmente de frente, para ventilar e prevenir a umidade. No projeto, o closet e a estante da sala, que tem módulos fechados, são exemplos dessa recomendação.

Nicho no banheiro e móvel atrás do sofá da sala são soluções para ganhar espaço| Fotos: Luís Gomes

3. Ganho de Espaço

Móveis e ambientes multifuncionais são excelentes opções para quem irá morar em apartamentos pequenos. Dentro do projeto de Bruno Moraes, entre alguns exemplos, o móvel atrás do sofá funciona como bar e bancada de trabalho. Além disso, o nicho dentro do boxe também garante a economia de espaço.

Cozinha ganhou mais armários após reforma e apresenta os práticos spots de luz, que podem ser alterados de forma fácil | Fotos: Luis Gomes

4. Luminárias

Muitas vezes as pessoas decoram o primeiro apartamento aos poucos, portanto, uma dica é usar luminárias que permitem mudar a direção e acrescentar novos pontos de luz, como os trilhos com spots. Eles podem ser adaptados às alterações de layout. Usamos na sala e na cozinha do apartamento.

5. Faça uma lista do que você tem

É importante relacionar os seus pertences pessoais e verificar se eles cabem no espaço. Isso ajuda a pensar em como você vai armazená-los e planejar os armários. “Antes da reforma do meu apartamento, a cozinha e a lavanderia tinham o mesmo tamanho. Optamos por diminuir a área de serviço a fim de ampliar a bancada e ter gavetas extras na cozinha”, conta Bruno.

Cobogós trazem charme a qualquer ambiente, além de delimitar ambientes | Fotos: Luis Gomes

6. Cobogós

O revestimento vazado é uma opção charmosa para delimitar os ambientes, sem bloqueá-los visualmente (sendo possível voltar ao layout original quando quiser). Dependendo do modelo, o cobogó pode ser uma alternativa mais prática e rápida que erguer uma parede, pois alguns já vêm com acabamento.

7. Pisos

Outra dica interessante é com relação aos pisos: se for um imóvel pequeno, é possível utilizar o mesmo piso no apartamento inteiro. Essa solução dá a impressão de amplitude e unidade visual.

O que olhar antes de comprar o seu apartamento:

8. Verificações importantes

Fique atento se apartamento fica na face Norte ou Sul do edifício. Se for na Norte, por exemplo, haverá sol no apartamento o dia inteiro. Se for na Sul, então quase não irá bater sol. Isso influenciará totalmente o layout do projeto. Outro aspecto importante é ver o modelo de construção do prédio. Se a maioria das paredes for de alvenaria estrutural, não será possível fazer tantas alterações.

9. Atenção com torneiras, chuveiros e ralos

Antes de tudo, Bruno indica alguns truques para saber se está tudo certo com relação a esses fatores, o primeiro é levar um balde com água e jogar nos ralos para verificar a inclinação entregue pela construtora. Também se deve abrir torneiras e chuveiros e deixar a água escorrer. Se houver algum vazamento nos sifões, eles vão aparecer depois de uns 2 ou 3 minutos.

10. Saídas de Eletricidade

Para fazer uma vistoria de elétrica, Bruno indica outro truque simples: ‘Você só precisa levar o celular e o carregador, para testar em todas as tomadas”, conta.

Sobre Bruno Moraes

Bruno Moraes é formado pela Faculdade Belas Artes de São Paulo (FEBASP) e pós-graduado em Gerenciamento de Empreendimentos na Construção Civil pela FAU Mackenzie. Em 2007, expõe o projeto “Complexo do Moinho” na Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, junto a um grupo de arquitetos e alunos formados pela FEBASP. Passou por grandes escritórios, como o do arquiteto Siegbert Zanettini, onde participou do projeto de ampliação do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), da Petrobras, considerado o maior projeto sustentável da América Latina. Também atua nas áreas de gerenciamento de obras, execução de projetos, criação e consultoria sustentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *