Rua da Moeda recebeu esquenta para a abertura do Carnaval do Recife 2016

[av_gallery ids=’13635,13636′ style=’big_thumb’ preview_size=’portfolio’ crop_big_preview_thumbnail=’avia-gallery-big-crop-thumb’ thumb_size=’portfolio’ columns=’2′ imagelink=’lightbox’ lazyload=’avia_lazyload’]

 

Na noite desta sexta-feira (15), foi realizado o segundo ensaio coletivo com três dos onze grupos de maracatu que irão participar do pontapé inicial da folia

Os tambores e as alfaias já estão soando para anunciar que a abertura oficial do Carnaval do Recife 2016 está cada vez mais perto. Na noite desta sexta-feira (15), foi realizado o segundo ensaio coletivo com três dos onze grupos de maracatu que irão participar da solenidade. Comandados pelo músico Naná Vasconcelos, o Maracatu Almirante do Forte, o Maracatu Aurora Africana e o Maracatu Nação Encanto do Pina fizeram o público que circulava pela Rua da Moeda vibrar e ficar cada vez mais ansioso para o pontapé inicial da folia. O grupo Voz Nagô também participou do ensaio.

“Essa é a primeira vez que eu vejo o maracatu, antes só tinha ouvido falar. É um trabalho muito bonito e tem uma energia muito boa e esse clima cultural da cidade é muito bom também. Infelizmente não vou ficar para o Carnaval, mas está dando para aproveitar as prévias”, afirmou o turista Hélio Granado, que veio de Belém. Para quem estava participando do ensaio, a alegria também era grande. “A expectativa já está muito grande para o Carnaval. A gente fica muito empolgado se preparando para a abertura”, disse Jéssica Hilário, que toca alfaia no Maracatu Aurora Africana.

CABOCLINHOS – Na próxima segunda-feira (18), a Rua da Moeda vai receber um ensaio do músico Naná Vasconcelos com as quatro tribos de caboclinhos que vão participar pela primeira vez da tradicional abertura do Carnaval. A partir das 19h, encontram-se as tribos Kapinawá, Tupi, 7 Flechas do Recife e Sete Flechas de Goiana, cada um com cerca de 30 componentes. Quem for conferir vai sentir um pouco do gostinho do espetáculo que será visto no Marco Zero, na noite de 5 de fevereiro.

Fotos: Hans Von Manteuffel/PCR

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: