Saúde à mesa – A importância dos frutos do mar em uma dieta balanceada

Bacalhau da Noruega grelhado com azeite de tomate seco e cravinho

Que bacalhau é um peixe gostoso e versátil em várias receitas todo mundo sabe, mas você sabia que, além do sabor, ele é altamente saudável? Pescado nas águas frias e cristalinas dos mares que circulam o Polo Norte, na Noruega, o bacalhau tem baixo teor de gordura – em 100g do peixe há apenas 160 calorias, sendo que 96% das calorias de cada porção de bacalhau provém de proteínas, cálcio, ferro, vitaminas A e B12, selênio, iodo e ômega 3, além de ser totalmente livre de conservantes, pois é apenas peixe, sal e mais nada.

Um estudo anual realizado pela Kantar TNS, em nome do Conselho Norueguês da Pesca, mapeou as preferências e o comportamento dos consumidores de frutos do mar. Foram realizadas cerca de 25 mil entrevistas em 25 países. Esse é o maior estudo sobre consumo de frutos do mar no mundo, com informações relevantes sobre padrões e tendências de consumo.

Os dados coletados indicam que, no Brasil, 57% dos entrevistados gostariam de consumir mais frutos do mar e 69% afirmam que consomem peixe uma vez por semana ou mais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de peixe duas ou três vezes por semana, um total de 300 a 450g.

“O estudo deste ano oferece informações relevantes sobre como a pandemia de COVID-19 pode afetar o mercado futuro de frutos do mar. A pandemia mudou os hábitos cotidianos, definitivamente a curto prazo, mas muitas dessas mudanças também podem se manifestar a longo prazo. Por exemplo, vemos maior foco na alimentação saudável, e essa é uma grande oportunidade para os frutos do mar. As descobertas diferem um pouco entre as regiões e de mercado para mercado, mas quase por unanimidade as pessoas estão dizendo que gostariam de comer mais frutos do mar do que consomem hoje”, diz Lars Moksness, analista do Conselho Norueguês da Pesca. “Embora exista um consenso nos mercados quanto ao desejo de comer mais, as razões escolher frutos do mar diferem em muitos mercados. Saúde e paladar são, em geral, os fatores mais importantes para o consumo, mas também vemos uma importância crescente da sustentabilidade e foco na segurança alimentar em muitos mercados”, completa.

A Noruega possui o maior estoque de bacalhau do planeta, além de ser uma das maiores comunidades de pesquisa e desenvolvimento para produtos do mar do mundo. A maior parte da pesca norueguesa é certificada em conformidade com normas internacionais de meio ambiente, reconhecidas mundialmente.

O autêntico Bacalhau da Noruega é o Gadus morhua, e da mesma família (Gadidae) há outros peixes salgados secos encontrados no Brasil.

· Bacalhau Salgado Seco Gadus morhua- Considerado o mais nobre bacalhau, esse tipo é pescado no Atlântico Norte e apresenta postas altas, largas e coloração palha e uniforme, quando salgado e seco. Depois de cozido, sua carne se desfaz em camadas claras e tenras.

·Saithe Salgado Seco Pollachius virens – É o mais comercializado no Brasil. Possui sabor mais forte e coloração menos clara. Quando cozido, sua carne macia desfia com facilidade. É o tipo perfeito para preparar bolinhos, saladas e ensopados.

· Ling Salgado Seco – Molva molva – O mais estreito entre os peixes tipo bacalhau. Sua carne branca e apetitosa é perfeita para pratos desfiados, assados, cozidos e grelhados.

· Zarbo Salgado Seco – Brosme brosme – É o menor entre os cinco peixes tipo bacalhau. É mais roliço do que o Ling e possui barbatana dorsal contínua. Indicado para a preparação de pratos desfiados, caldos, pirões e bolinhos.

Pra saber se está levando o autêntico Bacalhau da Noruega para casa, é importante checar a origem do produto. Busque pelas etiquetas, logo e pergunte ao vendedor para se certificar que o produto é realmente exportado pela Noruega.

Receitas saudáveis com o Bacalhau da Noruega

Bacalhau da Noruega grelhado com azeite de tomate seco e cravinho

Ingredientes:
· 800g de Gadus morhua, após o dessalgue
· 200ml de azeite extravirgem
· 1 colher de café de cravo-da-índia em pó
· 75g de tomates secos picados

Modo de fazer:
Bacalhau:
Corte o bacalhau ao meio, pela espinha, enxugue bem o lado da pele e coloque para grelhar com a pele virada para a grelha. Quando virar o bacalhau, borrife com água para evitar que fique muito seco e, no momento de servir, pincele com o azeite extravirgem a gosto.
Azeite:
Junte os ingredientes no liquidificador e bata até obter uma textura homogênea. Sirva como molho para o bacalhau grelhado.

Salada de Bacalhau da Noruega com Grão de bico e Rúcula

Ingredientes:
· 800g Bacalhau da Noruega
· Folhas de rúcula
· 2 potes de grão de bico
· 1 pote de azeitonas pretas
· 4 ovos
· 250g de tomates cereja
· Salsinha
· 1 dente de alho
· 2 folhas de louro
· 1 cebola
· 1 pouco de azeite de oliva
· 1 pitada de sal
· 1 pitada de pimenta do reino
· Vinagre

Modo de fazer:
Comece aromatizando o caldo em que vamos escaldar o Bacalhau da Noruega. Junte na água um pouco de azeite, 2 folhas de louro, 1 dente de alho e uns grãos de pimenta do reino. Quando a água estivar fervendo, junte o bacalhau e deixe cozinhar cerca de 2 minutos. Espere esfriar e retire a pele e as espinhas. Em seguida, lasque o Bacalhau da Noruega, obtendo umas lascas bem definidas. Para esta receita poderá usar as aparas ou postas médias. Corte o tomate cereja em quatro, pique a cebola, a salsinha e corte os ovos em meias luas. Em uma tigela ponha o grão de bico, junte a cebola picada e misture. Junte a salsinha e volte a misturar, acrescentando algumas lascas de bacalhau. Reserve o restante para, mais tarde, decorar a salada. Junte o tomate cereja, tempere com um pouco de azeite, pimenta do reino e vinagre. Se achar necessário, acrescente sal. Em um prato grande, coloque a rúcula, cubra com a salada de grão de bico e acrescente algumas lascas de Bacalhau da Noruega e tomate cereja. Decore com os ovos cozidos, as azeitonas pretas e mais um pouco de azeite.

Salada fria de Bacalhau da Noruega grelhado, grão-de-bico e vinagrete de maçã

Ingredientes:
· 1,2kg de Bacalhau da Noruega
· 750 gramas de grão de bico
· 250g cebolas
· 3 dentes de alho
· 5 ovos
· 100ml de azeite de oliva
· Vinagre balsâmico a gosto
· Sal marinho tradicional a gosto
· Pimenta do reino em grãos, moída, a gosto
· Colorau a gosto
· Salsa picada a gosto
· Vinagrete: 500g de maçãs verdes 100ml de azeite extravirgem 30ml de vinagre balsâmico Flor de sal a gosto

Modo de preparo:
Bacalhau:
Enxague o grão-de-bico, cozinhe em água e sal e reserve. Lasque o bacalhau, retire a pele e as espinhas e reserve. Numa tigela, adicione o bacalhau, o grão-de-bico, a cebola, o alho, tempere com azeite e vinagre e deixe repousar 30 minutos.

Misture em seguida o ovo, a salsa e o colorau. Misture tudo muito bem. Tempere novamente e misture com a salsa.
Vinagrete: Emulsione a maçã com o azeite e o vinagre. Tempere com flor de sal. Jogue o vinagrete na salada e adicione uma pitada de colorau e a salsa.

 

Salada fria de Bacalhau da Noruega grelhado, grão-de-bico e vinagrete de maçã

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Salada de Bacalhau da Noruega com Grão de bico e Rúcula

 

 

 

 

 

 

 

 

Bacalhau da Noruega grelhado com azeite de tomate seco e cravinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *