Scarpin: clássico e coringa

 

Clássico que é clássico nunca sai de moda, só volta. De acordo com a temporada, ele pode aparecer repaginado, seguindo as principais tendências da estação e ganhando cada vez mais destaque na hora de compor as produções. Este é o caso do scarpin. Feminino e sensual, o item, que é presença certa nos principais desfiles do mundo, é um dos sapatos mais encontrados no guarda roupa das mulheres. Ao longo dos anos, o scarpin foi ganhando novas variações de cores, materiais e modelos; atualmente é possível encontrar versões em couro, tecido, metal, madeira, plástico, entre outros materiais. Segundo a empresária Carolina Portela, à frente da No Salto, a peça aparece neste verão com diversas sugestões, conquistando, assim, as mais diferentes mulheres.

Lisos, bicolores, com saltos diferenciados, com mistura de cores e materiais ele é o modelo mais usado e preferido entre as mulheres. “Acredito que o tradicional preto envernizado ainda é um dos mais procurados pelo público, afinal ele combina com tudo e pode ser usado tanto em momentos casuais, como em ocasiões mais formais. Ele é tão versátil que tornou-se uma peça obrigatória para mulheres que prezam pelo estilo e bom gosto. Assim como o nude, o preto é capaz de combinar com outras cores sem tornar o visual pesado”, afirma Carolina. De acordo com ela, o scarpin é um verdadeiro coringa, pois além da versatilidade, o modelo deixa a parte superior dos pés a mostra, o que ajuda a criar a sensação de alongamento. “Sem dúvidas, a variedade de texturas, aplicações e materiais disponível no mercado faz com que o modelo seja constantemente renovado, aumentando sua popularização”, pontua. Segundo a empresária, para as mulheres mais discretas, vale a pena apostar no scarpins tradicionais, em cores neutras. Já para as mais ousadas, uma boa alternativa é investir nas cores mais vibrantes e nas aplicações. Para aquelas que trabalham fora o dia inteiro, a dica é ficar atenta ao tamanho do salto. Segundo a fashionista, o conforto deve ser priorizado na hora de escolher seu scarpin ou qualquer outro sapato.

Segundo Carolina, na hora de compor o look, a combinação salto+jeans é uma boa opção para o dia a dia, já que o ar descontraído da calça é equilibrado com elegância do salto, e vice-e-versa. Para produções mais básicas, o jeans skinny com a barra dobradinha é uma ótima alternativa. O look fica feminino e o scarpin visível. Para adicionar um toque mais formal à roupa, o blazer é uma boa pedida. Já para um look mais despojado, vale apostar em calças com lavagens diferentes, shorts ou até mesmo nos jeans rasgados. Já para ser assertiva na escolha, a empresária dá algumas dicas: “Opte por cores mais neutras e clássicas como o preto e o nude, assim você terá um sapato elegante e pronto para ser usado em qualquer ocasião, desde o trabalho até uma festa mais informal. Já se a intenção foi reavivar o look, vale investir nos modelos mais trabalhados, com estampas, aplicações ou transparências. Uma outra opção é apostar em um liso e colorido” pontua. Ainda segundo ela, a altura e espessura do salto podem fazer enorme diferença. Para as que não estão tão habituadas a usar salto, esse é um fator importante na hora de escolher o scarpin. “De nada vale ter um sapato lindo que machuca.”, aconselha. Para finalizar, Carolina garante: “Para alongar o corpo, o scarpin nude é o mais apropriado, pois proporciona essa sensação, sendo uma excelente opção para as mulheres mais baixas. A dica é sempre procurar um tom que se aproxime do tom da sua pele”, aconselha.

Leia também: