Semana da Tontura alerta sobre o tipo de vertigem que atinge 10% da população e pode causar quedas e lesões

A tontura é um problema bastante comum e precisa ser investigado sempre que surgem os primeiros sintomas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 30% da população do planeta é afetada por problemas de tontura, na maioria das vezes ocasionado por doenças no labirinto. Para alertar a população sobre a importância de se obter diagnóstico correto para a condição e de se procurar um especialista logo aos primeiros sintomas, a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), criou o Dia Nacional da Tontura, o dia 22 de abril.

Em decorrência da pandemia de Coronavírus, este ano a campanha não vai contar com ações de esclarecimento junto à população, acontecendo em ambiente virtual, com médicos de todo o país divulgando um tema importante: a Vertigem Posicional Paroxística Benigna – a VPPB, a doença labiríntica mais frequente na população chegando a atingir cerca de 10% das pessoas. Também conhecida como doença dos cristais, por isso a campanha deste ano traz o slogan: “Conheça os cristais do seu labirinto”.

RISCO DE QUEDA – Segundo a otorrinolaringologista Lívia Noleto, especialista em zumbido e otoneurologia pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em otorrinolaringologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e membro do departamento de otoneurologia da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia (ABORLCCF), este tipo de vertigem costuma aparecer quando a pessoa  muda a posição da cabeça, podendo até ter náuseas e vômitos, além de perda do equilíbrio que podem levar a quedas e, possivelmente, lesões.

“É a principal causa de tontura em pessoas mais idosas, geralmente de causa desconhecida, mas também pode acontecer em pacientes mais jovens, principalmente depois de lesões na cabeça, infecções ou cirurgias no ouvido, entre outros fatores. Os pacientes costumam sentir os sintomas ao mexerem a cabeça no travesseiro, ou a inclinam para pegar algo em um patamar mais alto, por exemplo. A VPPB acontece quando cristais de carbonato de cálcio (otólitos) que normalmente ficam localizados em uma parte da orelha interna (utrículo) se movem para outra parte da orelha interna (canal semicircular).” – explica a médica.

“Quem sente estes sintomas quando mexe a cabeça, pode ser um caso de Vertigem Posicional Paroxística Benigna. O nosso apelo orientação e missão nesta campanha é que as pessoas, ao sentirem tonturas, procurem logo um médico otorrinolaringologista, pois o tratamento é simples, mas é feito através de manobras que só um especialista pode administrar.” – encerra.

Serviço

III Semana da Tontura (2020) – Conheça os cristais do seu labirinto 

Dia Nacional da Tontura –  Dia 22 de abril

Dra. Lívia Noleto – especialista em zumbido e otoneurologia pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em otorrinolaringologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e membro do departamento de otoneurologia da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia (ABORLCCF).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *