“Guia do Cabo” fará mapeamento de empresas do Território Estratégico de Suape

 

Plataforma que visa identificar perfis de indústrias, comércio e prestadores de serviço será apresentada pela prefeitura em evento promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB)

 

 O Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, deu a largada para ampliar o mapa de indústrias, comércio e prestadores de serviços que atuam no município. A plataforma, batizada de “Guia do Cabo”, tem o objetivo de relacionar todo e qualquer estabelecimento jurídico para compor uma lista maior do Território Estratégico de Suape, dando real dimensão da economia local. O lançamento para empresários será na quinta-feira (4), durante evento promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB).

O GuiadoCabo.com.br vai ficar aberto para que qualquer empresário atuante no município se cadastre, segundo o secretário de Planejamento e Meio Ambiente do Cabo, Alex Gomes. Ele explica que o município tem por objetivo conseguir dados detalhados sobre as empresas e pequenos empresários que atuam na economia municipal, formalizados ou não. A prefeitura tem registradas 11.498 empresas, sendo que de 90% a 95% delas são microempreendedores individuais ou microempresas.

Também será lançado, durante o evento oferecido pela ADVB, o “Programa de Modernização do Cabo”, que tem o objetivo de automatizar a gestão de projetos e licenciamentos ambientais, urbanísticos e sanitários do município.  O novo processo vai dar celeridade aos prazos de autorizações, licenciamentos e fiscalização de cadastros, além de reduzir despesas com papel e trabalhos manuais, dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Essas plataformas vão fomentar a atividade econômica e facilitar o processo de abertura de novas empresas em uma região estratégica para Pernambuco. É preciso conhecer melhor o setor produtivo, saber onde está havendo empregabilidade e desenvolvimento. Somos parceiros da prefeitura e entendemos que este mapeamento também vai ser útil para promover a desburocratização do ambiente de negócios”, reforça a presidente da ADVB em Pernambuco, Veronica Dantas.

O levantamento tocado pelo município vai alimentar o Guia de Suape com informações estratégicas que poderão auxiliar na compilação de dados sobre as potencialidades do território estratégico do complexo industrial. Na prática, o município quer conhecer empreendimentos como farmácias, oficinas, padarias ou papelarias.

Com essa base vai ser possível mensurar, por exemplo, a capacidade do Cabo de Santo Agostinho de  abastecer refeitórios ou de fornecer material de expediente para grandes indústrias dentro do território. Desta forma, seria possível compor estratégias de desenvolvimento com suprimento local.

Já com o Programa de Modernização, a expectativa da prefeitura é de reduzir pela metade o tempo de abertura de uma empresa no município. De acordo com o secretário Alex Gomes, o tempo mínimo, hoje, é de uma semana. Quanto maior a complexidade de um projeto, maior o prazo para se obter as licenças.

 

HAPPY HOUR EMPRESARIAL SELARÁ LANÇAMENTO

O anúncio das duas iniciativas será feito durante o “Happy Hour Empresarial”, primeiro evento presencial promovido pela ADVB desde o início da pandemia. O encontro está marcado no hotel Intercity Suape Costa Dourada, com homenagens a personalidades do empreendedorismo e a entidades que se destacaram em suas áreas de atuação. O tema do encontro  é  “Empreendedorismo e Tecnologia”.

A ADVB elegeu o executivo municipal como a Organização Homenageada do ano.  A instituição também vai prestar homenagens ao empresário Ayrton Cardoso, empreendedor do Shopping Costa Dourada, e como Personalidade de Vendas do ano, o presidente da Tambaú Alimentos, Hugo Gonçalves de Souza. O superintendente do Sebrae Pernambuco, Francisco Saboya, também participa da tarde de homenagens, que contará com a apresentação de Bella Schneider, ex-participante do The Voice Brasil.

 SOBRE A ADVB – A Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB), entidade com mais de seis décadas de existência e 22 anos de atuação em Pernambuco, acredita no desenvolvimento do networking construtivo como ferramenta para gerar novas e sólidas oportunidades de negócio. Desde 2017, a ADVB em Pernambuco é liderada por Veronica Dantas, primeira mulher a ocupar a presidência da entidade no estado.

O compartilhamento do conhecimento, com a participação ativa de corporações, lideranças empresariais e gestores públicos, se dá por meio de cursos, qualificações, palestras e outros eventos de relacionamento. Entre as novidades implementadas pela entidade neste ano está a qualificação gratuita e online em marketing digital e vendas, que já beneficiou mais de 3,5 mil empreendedores. Para tanto, a ADVB contou com o apoio da Prefeitura do Recife e do Banco do Nordeste.

A associação também destaca a criação do núcleo “ADVB Innovation”, diretoria formada por jovens executivos, empresários e profissionais liberais ligados às áreas de tecnologia, inovação e marketing digital. Além disso, a entidade lançou a plataforma de marketing colaborativo CIDCARD, focada na geração de renda e promoção do desenvolvimento de negócios locais.

 

RAIO-X ECONÔMICO DO CABO DE SANTO AGOSTINHO

O Cabo é um município que se beneficiou do crescimento industrial de Suape, aumentando a sua participação no PIB estadual em 15% no período de 2010 a 2018, ano em que fechou com um peso de 5,24% na economia de Pernambuco. Apesar disso, o ritmo de crescimento diminuiu com a desmobilização de empresas no complexo. Em 2017, o Cabo era responsável por 5,52% da atividade econômica do Estado.

O PIB do município –  o quarto maior de Pernambuco –  era de R$ 9,7 bilhões em 2018, com uma renda per capita de R$ 47,5 mil, segundo a agência estadual Condepe/Fidem. O setor de serviços, com 65% de peso,  é o mais importante para a economia local. A indústria responde por 34,6% do Valor Adicionado Bruto (VAB), enquanto o comércio tem uma importância marginal de apenas 0,5%, apesar de ser o segundo setor com o maior número de empresas registradas na prefeitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *