IPA promove bate papo para abordar a importância da vacinação infantil

 

Como era de se esperar, o início da vacinação infantil contra a Covid-19 gerou um aumento repentino de interesse (e uma porção de dúvidas) sobre o tema. De acordo com o Google, as buscas relacionadas ao termo “vacina e crianças”. Para falar sobre a importância da vacinação dessa faixa etária e tirar as dúvidas da população, as médicas pediatras, Ana Claudia Firmino e Tarciana Mendonça, irão realizar uma live, com o tema “Vacinas Salvam Vidas”, na próxima segunda (07), através do Instagram da Primeira Infância Plantar Amor (@infanciapipa), às 20h.

Segundo a pediatra, Ana Claudia Firmino, a ideia é reforçar a importância da vacinação nas crianças, e desmitificar as notícias falsas que estão sendo veiculadas. “A vacinação infantil é um prato cheio para a desinformação, porque decidir pelos filhos é ainda mais difícil do que decidir por si. Isso pode fazer com que as pessoas fiquem mais hesitantes e, vulneráveis às notícias falsas”, aponta Firmino.

Já a médica infantil, Tarciana Mendonça, alerta que as crianças precisam ser vacinadas pelo alto índice de mortalidade em nosso país. “ O principal é que, no Brasil, 2 400 crianças e adolescentes já morreram de Covid-19, sendo que a maioria (60%) não tinha uma doença ou fator que aumentasse o risco de versões graves da infecção. Para ter ideia, o número de vítimas é quase duas vezes maior do que o de todas as doenças preveníveis (sarampo, meningite etc.) somadas no período de um ano”, enfatizou a pediatra.

Para o diretor Executivo do PIPA, Rogério Morais, essa é uma oportunidade para reforçar que a vacinação infantil é um gesto de amor. “Vacinar às crianças é um ato de amor. Queremos mostrar que as notícias sobre as vacinas, exagerando ou mesmo inventando mortes e reações adversas graves são falsas. Além disso, reforçar que acordo com as mais respeitadas academias de pediatria do mundo, os riscos são ínfimos perto dos efeitos da contaminação pelo vírus”, disse Rogério Morais.

O bate-papo acontece de forma virtual através do Instagram do PIPA (@infânciapipa), a partir das 20h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.