Oftalmologista dá dicas de como combater doenças comuns nos olhos durante o verão

O verão ainda nem chegou oficialmente, mas o calor intenso na Região Metropolitana do Recife já está presente há alguns meses. Os cuidados com a pele, com o uso de protetor solar, já sabemos. Mas também é necessária uma atenção especial com a saúde dos olhos. Doenças como ceratite e conjuntivite tóxica ou viral costumam aparecer nessa época do ano.

A oftalmologista Catarina Ventura, diretora do Instituto de Olhos Fernando Ventura, detalha como cada problema pode surgir e as formas de prevenção. Gestos simples, como o uso de óculos com proteção ultravioleta, são importantíssimos.

Ceratite

“É uma inflamação que pode ser causada tanto pela exposição prolongada e excessiva à luz solar, quanto pelo contato com água contaminada, complicações de outras doenças e uso de lentes infectadas”. Dica de prevenção: “uso de óculos com proteção. Precisa ser original. Óculos falsificados pioram a situação, pois dilatam a pupila, favorecendo maior penetração da radiação”.

Conjuntivite tóxica ou viral

“A doença é provocada pela inflamação na parte interna da pálpebra e da membrana que reveste o globo ocular. Causa irritação, vermelhidão, coceira e ardência que pode durar até duas semanas, mas não costuma deixar sequelas”. Dica de prevenção: “no caso da tóxica, uso de óculos de piscina quando for mergulhar. Na viral, evitar aglomerações com pessoas infectadas pelo vírus ou bactéria”.

Outras dicas

Catarina Ventura destaca ainda que a exposição solar pode gerar a progressão da doença crônica chamada pterígio, que provoca o crescimento anormal da membrana que cobre a córnea.

“Na praia, areia e vento ainda podem causar ressecamento da superfície dos olhos. Sugerimos uso de lágrimas artificiais (recomendadas pelo seu oftalmologista), além dos óculos escuros”, acrescentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *