Cuidados com cirurgia plástica garantem bem-estar e satisfação

 

Para um resultado satisfatório, planejamento e precaução são necessários

Fazer uma cirurgia plástica, ainda que muito esperada, nem sempre é uma decisão fácil. Mesmo que o motivo seja alcançar o corpo considerado padrão, há cirurgias plásticas que, além de corrigir incômodos e cicatrizes, melhoram o bom funcionamento do corpo. Embora a quantidade crescente de cirurgias plásticas leve em consideração o avanço da medicina, que as torna mais seguras, há orientações médicas e cuidados, que cabem ao paciente, que tornam o procedimento mais seguro ainda para garantir o resultado satisfatório.

Antes de mais nada, o primeiro passo é escolher um profissional adequado e se certificar da sua qualidade — uma breve pesquisa no Conselho Regional de Medicina já fornece algumas informações. “O paciente tem que se conscientizar que em todos os tipos de cirurgia há um risco, e há necessidade de escolher bem o cirurgião, além de não abrir mão do acompanhamento médico”, afirma Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional — Cirurgia Plástica.
Planejamento pessoal e no trabalho são outros pontos que devem ser levados em conta — muitas pessoas aproveitam as férias no trabalho para realizar um procedimento, pois não precisarão se deslocar. As tarefas domésticas também precisam de atenção, pois durante a recuperação não é recomendado fazer esforço físico e, dependendo do procedimento, uma pessoa para auxiliar na limpeza e nos curativos pode ser necessário.

Ainda referente aos cuidados e esforços que só o paciente pode fazer, estão o pré e o pós-operatório, trabalhos multidisciplinares que podem envolver profissionais de outras áreas da saúde — como psicólogos e nutricionistas. Nessas fases, o comprometimento do paciente também é fundamental para o sucesso do procedimento.

Ao decidir realizar uma cirurgia, o paciente deve priorizar sua segurança. Se houver dificuldade com o pagamento à vista, ele pode contar com locais que facilitam o parcelamento, como o Centro Nacional — Cirurgia Plástica, que funciona como uma assessoria administrativa, oferecendo crédito com condições especiais de pagamento. “É preciso pesquisar, saber o que está sendo envolvido e procurar outros meios. Não se pode pagar barato por um procedimento que também envolve a saúde”, finaliza Korn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *