Brasileiros proprietários de imóveis nos EUA devem buscar rendimentos em dólar

Brasileiros proprietários de imóveis nos EUA devem buscar rendimentos em dólar para pagar prestação no curto prazo, avalia especialista

Efeitos do Coronavírus na economia, alta do dólar e possível recessão são fatores que precisam ser considerados por brasileiros que tem imóveis nos Estados Unidos e pagam prestação. Investir para ter renda em dólar agora pode ajudar, e muito, a não perder capital nesse período, avalia especialista em investimentos internacionais nos EUA.

As flutuações do mercado financeiro, alta do dólar, e perda financeira generalizada no Brasil devem dificultar a vida dos brasileiros que tem imóveis nos Estados Unidos e precisam manter as prestações em dia e em dólar. Embora o Governo americano tenha anunciado um pacote substancial de medidas que visam ajudar na recuperação econômica do país após os efeitos do novo coronavírus, brasileiros devem buscar alternativas financeiras, neste momento, para evitar a perda do imóvel nos EUA.

Reguladores Federais americanos, por meio das maiores empresas hipotecárias do país, buscam um acordo que deve favorecer quem paga prestação de imóvel nos EUA. Segundo divulgado pela rede de notícias americana NPR, uma das medidas possível permitiria que proprietários de imóveis nos EUA que perderam renda ou seus empregos devido ao coronavírus tenham seus pagamentos de hipotecas reduzidos ou suspensos por até 12 meses.

Para o especialista em investimentos internacionais nos EUA, Francisco Moura, as incertezas deste momento devem mobilizar os brasileiros proprietários de imóveis nos EUA a agir, e rápido, para evitar perdas maiores no futuro. Segundo ele, encontrar uma forma de investimento com rentabilidade em dólar é uma das saídas que poderão ajudar os brasileiros a não perder seus imóveis.

Francisco Moura

“Esperamos que a recuperação econômica dos Estados Unidos aconteça bem mais rapidamente que no Brasil. O momento de incerteza não deve paralisar quem tem imóveis aqui nos Estados Unidos, mas ao contrário, incentivar uma ação imediata. Uma saída possível é realizar investimentos seguros para obter ganho em dólar, o que ajudaria na hora de pagar a prestação do imóvel e evitará, sem dúvida, uma perda financeira grande no médio prazo”, pondera Francisco Moura.

APOSTA EM CAIXAS ELETRÔNICOS

 

Nilo Mingrone

Nilo Mingrone, proprietário da ATM Club, uma incorporadora de investimentos em caixas eletrônicos nos Estados Unidos, afirma que a empresa já detecta um aumento da procura por brasileiros que estão em busca de investir em um serviço que não deve sofrer tanto com o impacto do novo coronavírus. Para ele, a modalidade de investimentos em caixas eletrônicos, que é nova entre os brasileiros, deve ajudar a evitar os prejuízos da oscilação da bolsa neste momento.

“Temos sido bastante procurados, neste momento, por brasileiros que inclusive investiram na bolsa, mas estão assustados com esse período de oscilações. Os investimentos, em caixas eletrônicos, são sim uma saída para quem deseja obter rendimentos em dólar e apostando em um serviço que não deve parar aqui nos Estados Unidos. É uma aposta que temos defendido como acertada entre investidores brasileiros”.

Mingrone acredita que os investimentos em caixas eletrônicos nos Estados Unidos devem sim ajudar proprietários de imóveis nos EUA. Para ele, a alta do dólar e as mudanças econômicas dos últimos anos tanto no Brasil quanto nos EUA, fez com que compradores de imóveis acabassem investindo muito mais do que pretendiam no início.

“Existem muitos brasileiros que compraram imóveis aqui nos EUA durante a baixa do dólar em relação ao real. De lá para cá, muita coisa mudou e o volume de dinheiro necessário para custear e manter o imóvel americano aumentou. Agora, com os efeitos do coronavírus, os proprietários precisam agir rápido para evitar que tenham que pagar em real, ainda mais caro e não perder seus imóveis aqui”, afirma Nilo Mingrone.

 
*O especialista em investimentos internacionais, Francisco Moura, é formado em Gestão e Planejamento de Marketing e Vendas, possui dezenas de cursos relacionados à negociação com visão estratégica em Marketing, consultoria e negociação. Tem larga experiência em negócios nos mercados de Seguros, Resseguros, Importação de Medicamentos, Francisco se consolidou nos EUA como investidor em diversos segmentos, e atualmente controla a Atm Club, empresa de investimentos nacionais e internacionais no seguimento de Caixas Eletrônicos, sediada em Miami.

 

*Especialista em investimentos internacionais nos EUA, Nilo José Mingrone é graduado em Direito, com especialização em Direito Empresarial. Palestrante por mais de vinte anos em diversas instituições, sobre temas de investimentos patrimoniais e mobiliários, tanto no âmbito nacional como internacional, Nilo possui mais de trinta anos de experiência jurídica no seguimento empresarial e estruturação de empresas e investimento internacionais e atualmente controla a Atm Club, empresa de investimentos nacionais e internacionais no seguimento de Caixas Eletrônicos, sediada em Miami.

Siga-nos
0
20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *