Exercite sua memória em casa!

Pessoas de todas as idades exercitam o cérebro em casa para estimular a memória e concentração

O número de pessoas com quadros de demência no Brasil deve triplicar até 2050, aponta uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde em 2019. Uma alternativa divertida e efetiva para turbinar o funcionamento do cérebro é a prática de exercícios que desenvolvam a capacidade cognitiva em qualquer faixa etária. “A prática cria novas conexões entre os neurônios e fortalece as sinapses, garantindo o bom funcionamento das funções executivas do cérebro e o desenvolvimento das habilidades cognitivas”, explica Solange Jacob, Diretora Acadêmica do Método Supera, que possui unidade em Casa Caiada, Olinda.

Com uma rede de mais de 450 unidades espalhadas pelo Brasil, o Supera treina alunos de todas as idades a partir de ferramentas como o ábaco (instrumento milenar para cálculos), jogos de tabuleiro, games virtuais, dinâmicas em grupo, apostilas com exercícios cognitivos e as neuróbicas – aeróbica para os neurônios. Durante o isolamento social, o Supera Olinda tem oferecido aulas on-line.

Dicas para exercitar a memória no dia-a-dia

  • Todo dia procure observar um objeto e desenhe ou escreva suas principais características. No fim de semana, procure recordar as figuras, sem suas anotações
  • Procure identificar ingredientes dos alimentos pelo gosto e pelo cheiro. Faça isso diariamente e depois procure recordar ao longo do dia.
  • Memorize os preços das coisas sempre que possível e procure recordá-las mais tarde.
  • Procure identificar as pessoas pela voz ao usar o telefone, por exemplo. Memorize no fim do dia as pessoas com quem falou.
  • Memorize números de telefones.
  • Experimente memorizar as tarefas do dia ao invés de usar uma agenda, por exemplo.
  • Ao ler uma palavra, pense em outras cinco que começam com a mesma letra.

SERVIÇO

Método Supera Olinda

Onde: Avenida Carlos de Lima Cavalcanti, 1487, Casa Caiada – Olinda

Contato: 99812-6767 (Agende uma aula gratuita de ginástica para o cérebro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *