Governo de Pernambuco inicia traslado de passageiros e tripulantes do Silver Shadow

Saída do primeiro comboio, com 25 passageiros, tem início às 15h45 e será coordenada pelo Centro Integrado de Comando e Controle Regional, da Secretaria de Defesa Social do Estado. Ocupantes do navio de bandeira bahamenha, atracado no Porto do Recife, irão diretamente para o Aeroporto Internacional do Recife, onde embarcarão em aviões com destino aos seus países de origem. Estão envolvidos 120 profissionais de diversos órgãos federais, estaduais e municipais.

O Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) da Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco (SDS-PE) inicia, nesta sexta-feira (20/03), a operação de traslado de tripulantes e passageiros do navio Silver Shadow, de bandeira das Bahamas, que se encontra em quarentena no Porto do Recife desde o último dia 12 de março. Ao todo, 205 ocupantes do cruzeiro serão transportados diretamente para o Aeroporto Internacional do Recife, após negociações com as embaixadas e consulados de seus respectivos países. As demais 400 pessoas sairão nos próximos dias. Nenhum deles apresenta qualquer sintoma de doença infectocontagiosa. Há 120 profissionais de órgãos federais, estaduais e municipais, além da administradora do terminal aéreo e da empresa responsável pela embarcação, a Silversea Cruises.

Estão programados dois horários de saída do Porto do Recife: um às 15h45 (com 25 pessoas) e outro às 20h (com 180 pessoas). Ao todo, estão mobilizados cinco ônibus e três caminhões de carga. O primeiro contingente a deixar o navio em uma operação que terá três etapas. A primeira fase se dará ainda no Porto do Recife, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizará avaliação clínica dos ocupantes. Também acontecerá no navio todo o trâmite de imigração, para que o posterior embarque na aeronave tome o menor tempo possível. “Essa operação foi planejada para que haja praticamente uma ligação direta entre a porta do navio e a da aeronave, garantindo o menor contato possível entre os envolvidos e seguindo todas as regras de segurança sanitária. Todas as áreas por onde passam são exclusivas, esterilizadas antes e depois de cada procedimento”, ressalta o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua.

Na segunda parte da intervenção, esse primeiro grupo de 25 pessoas entrará no ônibus que os encaminhará ao aeroporto. O veículo estará devidamente higienizado, e o motorista contará com todo o equipamento de proteção individual. As bagagens, por sua vez, serão levadas em caminhão de carga, também seguindo todo o protocolo de desinfecção determinado pelas autoridades sanitárias. Durante todo o percurso, já simulado anteriormente, os veículos terão escolta e batedores para liberar o caminho, que deverá durar entre 12 e 15 minutos.

Por fim, a terceira e última etapa da operação diz respeito ao embarque no Aeroporto Internacional do Recife. Os ônibus e caminhões vão entrar diretamente na pista para seguir em direção à aeronave, posicionada de forma estratégica. Trata-se de um táxi aéreo, fretado pela empresa de cruzeiros proprietária do Silver Shadow em parceria com embaixadas e consulados dos países de origem dos passageiros e tripulantes do navio. Essas primeiras 25 pessoas embarcam com destino a Santiago, capital do Chile. Parte dessas pessoas viajará, de lá, para a Austrália e a Nova Zelândia.

Às 20h, inicia-se o deslocamento do segundo comboio, com repetição das três etapas da operação, desta vez com 180 ocupantes da embarcação, entre britânicos e cidadãos de outras nacionalidades. O voo tem como destino o Reino Unido e Europa, que adotaram as providências, por meio de suas embaixadas, junto à empresa de cruzeiros e autoridades brasileiras.

Estão envolvidos nesse trabalho 120 profissionais da SDS-PE (Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e profissionais de Inteligência); Agência Nacional de Aviação Civil (Anac); Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); Marinha do Brasil; Polícia Federal; Porto do Recife; Casa Militar do Governo de Pernambuco; Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Recife (Samu); Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU); empresa Aena, administradora do Aeroporto Internacional do Recife; e a Silversea Cruises, empresa proprietária do navio.

Os outros 400 tripulantes e passageiros permanecem em quarentena dentro do navio, no Porto do Recife, aguardando a conclusão das negociações entre embaixadas, consulados e a Silversea Cruises. No total, as 605 pessoas que estão no Silver Shadow desde a semana passada são de 18 nacionalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *