Poltrona Vidigal: uma visão de ecologia e sustentabilidade

Poltronas são curingas na decoração. Com os imóveis cada vez menores, elas acabam se tornando um elemento de destaque, pois se encaixam em diversos ambientes e transmitem a sensação de aconchego. Além disso, o modelo escolhido diz muito sobre a personalidade da pessoa.

Criada por Leonardo Lattavo e Pedro Moog, as poltronas Vidigal 1 e 2 são o resultado de experiências diversas com tramados de fibra de taboa. No projeto da Poltrona Vidigal, os designers quiseram explorar as inúmeras possibilidades de texturas e contrastes que o manuseio da trama de taboa pode oferecer.

As peças foram projetadas para uso em varandas e faz parte de uma coleção desenvolvida para a empresa carioca Vimoso, que leva os nomes das praias do estado do Rio de Janeiro. Outras peças da coleção ´Praias Cariocas´ são o Sofá Itaguaçu, Cadeira Marambaia, Poltrona Joatinga, Cadeira Urca.

A taboa (Typha domingensis) é uma planta aquática abundante no Brasil e típica de manguezais, várzeas e outros espelhos d’água. É uma planta depuradora de águas poluídas, que absorve metais pesados e é altamente adaptável.

Essa fibra é um material ecologicamente correto, não tóxico e reciclável. Ideal para varandas cobertas, jardins de inverno e varandas gourmet, a poltrona remete ao rústico e ao contemporâneo. Com estrutura em aço carbono, as poltronas Vidigal 1 e 2 viraram um símbolo design e do conforto. A versão com as fibras aparentes, carinhosamente chamada de “cabeluda/peluda” ganhou o Prêmio Planeta Casa em 2012 pela combinação de seus aspectos produtivos sustentáveis com seu forte apelo visual.

A ousadia e criatividade dos designers abriram uma estrada que, hoje, 10 anos depois, tornou-se obrigatória: o reaproveitamento de materiais e descartes é a pauta do momento, e não se resume a uma visão de ecologia e sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *