Dona Carmen Virgínia (@carmemvirginia) grava série no México

 

Dona Carmem Virgínia, do Altar Cozinha Ancestral, está em viagem ao México levando um pouco de seu vasto conhecimento sobre a culinária afro-brasileira e de terreiro. Na mala, ingredientes como cachaça pernambucana, farinha e azeite de dendê. Tudo isso será registrado e irá virar uma série para um streaming.

O conteúdo vai fazer parte da série de uma plataforma de streaming, mas os detalhes são segredo. “Ensinei de moqueca a ceviche, passando pela farofa de Exu, moqueca e xinxim”, contou Carmem.

Ainda no México, a cozinheira participou de um evento onde serviu sua comida ancestral para mais de 30 empresários do ramo do turismo de toda a América Latina.

Para ela, a oportunidade de levar seu conhecimento sobre a cozinha negra brasileira para outro país é um sinal de transformações. “Quando uma mulher preta de candomblé como eu rompe essa fronteira do racismo e leva a história do seu povo para o mundo, é um bom sinal. Que eu seja essa porta-voz, mas não seja a única, porque é preciso que outras mulheres venham também para esse movimento”, salienta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.