Especialista em alerta sobre novo “desafio” entre jovens e adolescentes em rede sociais

Um desafio que tem viralizado no TikTok entre adolescentes tem preocupado bastantes pais, médicos e profissionais da educação. Chamado “Desafio Euphoria”, em referência à série da HBO, a “trend” consiste em raspar pó de corretivo e inalar, simulando o uso de cocaína. A série aborda um grupo de adolescentes durante o ensino médio e mostra o consumo de drogas. A produção é indicada a maiores de 18 anos.

O psicólogo e especialista em Terapia Cognitiva Comportamental, Rodrigo Nery faz um alerta para os pais, responsáveis e professores.  “O desafio é gravado em vídeo para ser compartilhado nesses sites ou aplicativos, podendo gerar milhares de visualizações. O que se sabe até o momento é que o jogo é inspirado na série de TV americana Euphoria, na trama, jovens de um colégio enfrentam dificuldades com o uso de drogas. Não há informações que confirmem se a “Trend do Corretivo” começou primeiro nas escolas ou na web”, explicou o psicólogo Rodrigo Nery.

O Psicólogo explica que a viralização de desafios na internet pode ser interpretada como uma maneira dos adolescentes se integrarem a grupos sociais. “A adolescência é uma fase marcada pela curiosidade, pela necessidade de pertencimento a um grupo, pela incapacidade de não perceber as consequências de seus atos e consequentemente. Com isso, acontece a adesão”, reforça.

O profissional diz que as redes sociais têm um peso no comportamento dos adolescentes, mas pondera que os pais são quem devem mediar o uso pelos filhos. “Os pais não sabem o que acontece nas plataformas. Para os adolescentes, elas funcionam muito numa lógica imaginária, um lugar que você pode ser qualquer um”, afirma. “Para crianças e adolescentes, as redes sociais precisam ser mediadas por um responsável que dê uma referência crítica ao uso delas. Eles ficam muito expostos. A questão não é a rede social, mas a sua utilização sem controle”, enfatizou o especialista Rodrigo Nery.

O Colégio Grande Passo, localizado em Boa Viagem, já atua com orientações pedagógicas para evitar esse tipo de prática entre os alunos da instituição. “No Grande Passo, as disciplinas de Atualidades e de Educação Digital caminham juntas para conscientizar os nossos estudantes sobre as “armadilhas” dispostas nas redes sociais. Por meio de debates, vídeos, relatos e atividades reflexivas buscamos formar jovens mais críticos e éticos capazes de exercer um protagonismo assertivo nos espaços das mídias interativas.”, disse a professora do Ensino Fundamental, Suzane Araújo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.