Espetáculo virtual com a cantora Mayra Clara – show dia 23 de março

A vingança sempre fez parte da obra de artistas que transformam rancor, desilusão e sofrimento em canções. A partir daí, um novo gênero musical surgiu: MVB – Música Vingativa Brasileira. A criação é da cantora Mayra Clara, que idealizou um projeto musical explorando um “subgênero” da MPB.

Esse é o mote do show virtual da artista, que será realizado na terça-feira (23 de março), às 20h, com um repertório atemporal, que vai de Lupicínio Rodrigues a nomes da atual cena pernambucana, como Juliano Holanda e Martins. O espetáculo se chama Vingança é prato que se come em forma de canção.

crédito: Mariana Souto)

+Vídeos: https://www.youtube.com/channel/UCVvm1kSCm6h3GAgwMvkU2AA

A arte é o desabafo, o grito contido, a lágrima, a vingança do artista, da insuficiência da vida. Através dela, há mais sentido e amplitude. “Nesse projeto musical, eu busco uma espécie de alquimia por sublimação, de transformar dor em canção. De poder expressar e dar voz ao sujeito/à sujeita que foi silenciado/a e que precisa dizer, cantar e, assim, vingar-se: da dor, transmutando-a em beleza artística”, detalha Mayra Clara.

O repertório transita por clássicos como Vingança, de Lupicínio Rodrigues, a canções como Ouriço, de Juliano Holanda, e Estranha toada, de Martins e PC Silva.

O show é inspirado no EP homônimo de Mayra Clara, lançado em dezembro de 2020. O projeto musical teve início com o pianista Amaro Freitas e Zeck Silva em 2018. Neste show virtual, ela estará acompanhada do power trio de mulheres Lígia Fernandes (guitarra), Erlani Silva (baixo) e Nira Santos (bateria).

 

A ARTISTA – Mayra Clara é natural de Rio Branco, capital do Acre, mas foi criada desde os 4 anos no Recife. Ela iniciou seus caminhos pela música por volta dos 10 anos, quando participou do grupo de música integrada Boca de Forno, do Conservatório Pernambucano de Música. Anos depois, com o fim do grupo, conheceu Antônio Madureira (Zoca Madureira) e foi convidada para participar de musicais infantis com ele e seus músicos em apresentações na Praça do Arsenal, Teatro de Santa Isabel e nos SESC’s de Caruaru, Arcoverde, Garanhuns e Petrolina.

Em 2017, Mayra Clara realizou shows no Recife e em Caruaru, acompanhada pelo pianista Amaro Freitas e pelo baterista Zeck Silva. O trabalho com esse trio culminou na gravação de três videoclipes, lançados em 2018. Foi quando nasceu Vingança é prato que se come em forma de canção.

No final do ano passado, a cantora lançou as três canções desses videoclipes nas plataformas digitais e, desde o segundo semestre de 2020, realiza shows online com foco no subgênero da MPB, criado pela própria artista, batizado de MVB, a Música Vingativa Brasileira.

SOBRE O SHOW – Para receber o link de acesso ao show, basta uma contribuição voluntária, de incentivo à classe artística neste difícil período de pandemia. O valor da doação é livre. “Doe o que puder e o seu coração mandar”, afirma a cantora.

O link será enviado para o e-mail do espectador, e a apresentação não ficará disponível nas redes sociais. Por medida de segurança e qualidade técnica, o show precisou ser gravado antes do período de lockdown.

 

SERVIÇO
Quando: terça-feira (23 de março)

Horário: 20h

Duração: 1h30

 

FICHA TÉCNICA

Produção executiva: Mayra Clara
Assistência de produção: Duda Alves
Produção musical: Lígia Fernandes
Guitarra: Lígia Fernandes
Baixo: Erlani Silva
Bateria: Nira Santos
Técnico de som: Lourenço Cordeiro
Técnico de luz: Cleison Ramos
Captação de imagens e transmissão: Oráculo Estúdio
Fotografia: Yuri Queroz

Maquiagem: Maria Caxiado

Show realizado no auditório da Escola de Música Minami

 

REDES
YouTube: Cantora Mayra Clara
Instagram: @cantoramayraclara

Site: www.mayraclara.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *