Seminário reúne Mestres da Cultura Popular do Sertão em Serra Talhada

Música, canto, dança e poesia estão na programação do evento que promoverá um resgate de conhecimentos tradicionais do Sertão do Pajeú

Mestres da cultura popular do sertão pernambucano, pesquisadores e público em geral estarão reunidos, nas próximas quinta (24) e sexta (25), para participarem do seminário “Dialogando Saberes”, que será realizado no Quintal do Museu do Cangaço, em Serra Talhada. O evento é gratuito e visa valorizar o legado sociocultural, político e econômico dos mestres e das mestras, ou seja, daqueles que eternizam os saberes e fazeres culturais, por meio dos seus causos, crenças e cânticos, sempre recordando o conhecimento tradicional de seus povos.

Fazem parte da programação do Seminário manifestações indígenas, de matrizes africanas, artesanato, música do sertão do Pajeú, poesia, canto de viola e repente. Também vão ocorrer rodas de conversa, encontros e relatos de experiências dos Mestres.

De acordo com a presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião, Cleonice Maria, os participantes terão a oportunidade de conhecer, com mais profundidade, a história dos Mestres da cultura popular e tradicional dos sertões. Inclusive, aprendendo sobre os saberes dos ancestrais, cada um poderá confirmar e reafirmar o seu sentimento de pertencimento. “O Seminário ‘Dialogando Saberes’ brota com o intuito de valorizar a tradição oral e os conhecimentos dos Mestres da Cultura Popular pernambucana. Tudo em sintonia com as diretrizes da última Conferência Estadual de Cultura”, explicou Cleonice.

Vão participar do seminário “Dialogando Saberes”: escolas da rede pública de ensino, comunidades da zona rural de Serra Talhada, Mestres Registrados como Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco, Pontos de Cultura, entre outros segmentos sociais. O Seminário tem o apoio cultural da Prefeitura Municipal de Serra Talhada, além do Funcultura, Fundarpe, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco.

Entre os nomes presentes da programação estão: Aramis Macedo (Licenciatura Plena em História e Especialização em História do Nordeste do Brasil), Cássio Raniere (Presidente do Conselho Estadual de Preservação de Patrimônio), Anildomá Willans de Souza (Presidente da Fundação Cultural de Serra Talhada), Marcelo Renan (Coordenador de Patrimônio Imaterial da GGPPC / FUNDARPE) e Luciano Duque (ex-prefeito de Serra Talhada).

Além de Mestre Dezinho (Pifeiro e brincante de Samba de Coco do Travessão, de Carnaíba), Mãe Neta (Mãe de Santo, de Serra Talhada), Seu Limeira (Bacamarteiro, coletivo do Sertão do Pajeú), Mãe Adeilda Nunes (Dança de São Gonçalo de Varzinha, de Serra Talhada), Mestre Adalberto Damasceno, do Toré da Jurema Encantada. Haverá ainda apresentações artísticas de Mestre Assisão e do Grupo de Xaxado Cabras de Lampião. Toda programação do Seminário já está disponível no site do grupo Cabras de Lampião, no endereço: www.cabrasdelampiao.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.