Audi e-Tron, suv elétrico com esportividade de um v8

Quem poderia imaginar que a pilotagem de um veículo elétrico chegasse ao ponto de serem tão emocionantes como os motores superesportivos, os chamados clássicos: v6, v8, v10 e v12.  O Audi e-Tron é o primeiro automóvel totalmente elétrico da marca e chegou com esta proposta fantástica de trazer a experiência de superesportivo para o consumidor, capaz de fazer 0 a 100 km/h em apenas 5,7 segundos, e sem ronco, um digno representante da mobilidade e esportividade, além de atender toda a família.

Os motores elétricos são silenciosos com entrega de um torque máximo de imediato ao pisar no acelerador, enquanto o motor a combustão tem um delay, que requer certa rotação para alcançar o torque mais alto. Em alguns casos, na versão elétrica é necessária uma limitação do torque para proteger as baterias, existindo a possibilidade de superaquecimento dos motores.

A tecnologia dos veículos elétricos está cada dia mais conhecida e o custo de produção ainda é alto, porém ainda existe desinformação sobre sua operação e os múltiplos benefícios da tecnologia. Breve, o valor agregado de um motor elétrico não chegará a 50% do custo de um motor a combustão, devido à sua composição com cerca de 200 peças, sendo mais enxuto do que o modelo à combustão que requer em média 1.400 peças, menos itens para produção.

“Como regra geral, um motor elétrico requer menos manutenção em peças por não possuir: transmissão, embreagem, filtro de óleo do motor, troca do óleo do motor, bomba de água, mangueiras de combustível, velas de ignição, limpeza do filtro de combustível e entre outros componentes e serviços”, comenta Lucas Pellizzari, gerente Pós-venda da concessionária Audi Center Recife. As revisões previstas para realizar na rede de concessionárias da montadora, de acordo com manual do proprietário do veículo, os itens a serem verificados comparados aos carros tradicionais, estima-se uma economia de 60% em relação ao custo básico da revisão.

Comparando as duas tecnologias, combustão e elétrico, com os mesmos valores de potência, a versão elétrica torna-se mais divertida pelo forte torque que possui em qualquer rotação. Com este detalhe qualquer vanguardista ou purista, depois de experimentar a sensação de pilotar um esportivo elétrico, com certeza mudará seu estilo e forma de pensar, deixando de lado o ronco clássico de motor V-oitão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.