Infância é “período mágico” para aprendizado da segunda língua

Já há alguns anos, o domínio do inglês vem deixando de ser apenas um diferencial no currículo e tornou-se uma habilidade indispensável, quer seja para os estudos, viagens, trabalho e comunicação com o mundo. O idioma é falado por mais de 1 bilhão de pessoas e faz, cada vez mais, parte do nosso cotidiano, já que somos cercados de palavras oriundas do vocabulário inglês desde a infância. Mas na prática, qual seria o melhor momento para começar a estudar a língua?

Muitos especialistas apontam que, quanto mais cedo for iniciado o aprendizado de um segundo idioma, melhor. Segundo o Instituto do Cérebro e de Ciências do Aprendizado da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, é na infância, mais precisamente até os sete anos, que o cérebro vive um período mágico para aprendizado de uma segunda língua. O mesmo afirma outro estudo feito em Israel (Ferman & Karni, 2010), apontando que as crianças adquirem a língua naturalmente sem ter que pensar muito no processo.

Já os adultos usam mecanismos mais complexos, o que envolve criar estratégias de estudo, além de refletir sobre o processo de aprendizado. Ou seja, quanto mais velhos ficamos,  maior será o esforço consciente para aprender uma língua adicional. Isso sem falar nas outros prioridades que vão surgindo ao longo na vida.  Por isso, iniciar o aprendizado do inglês ainda na primeira infância pode trazer inúmeros benefícios.

“Entre os principais benefícios do bilinguismo, na minha opinião, estão o desenvolvimento da metacognição e do pensamento crítico. Ao estar em contato com mais de um idioma, o conhecimento passa a ser relativo. Por exemplo, o que a criança conhecia como ‘mesa’, pode também ser ‘table’ e quando chega a esse conhecimento, ela passa a fazer comparações e a pensar sobre a língua (metacognição). Ademais, ao criar suas hipóteses, ela desenvolve o pensamento crítico”, explica Maria do Carmo Bazante, coordenadora do Programa Bilíngue do Colégio CBV.

Além disso, Bazante explica que todo esse processo gera novas conexões cerebrais, as sinapses (transmissão de impulsos nervosos). “São exercícios que ‘treinam’ o cérebro e melhoram o raciocínio e o desenvolvimento da criatividade. Ou seja, deixam as crianças mais aptas a absorverem novos conhecimentos. Pesquisas comprovam que crianças bilíngues desenvolvem melhores habilidades cognitivas, solucionam problemas mais rapidamente e verbalizam com mais desenvoltura”, completa.

Por fim, o aprendizado de uma língua adicional vai além do domínio linguístico. Saber outro idioma amplia os horizontes da criança e a ajuda a desenvolver empatia e tolerar o diferente. “O inglês como Língua Franca  – a língua utilizada por um grupo de pessoas multilíngues para comunicarem-se uns com os outros – propicia a interação com indivíduos de quase todas as partes do mundo e, como consequência, nos faz conhecer, viver e experimentar outras culturas, com seus costumes e tradições. Mais um diferencial, uma vez que, atualmente as relações humanas são fundamentalmente multiculturais”, diz a coordenadora.

No CBV, os estudantes das Turmas de Formação Bilíngue aprendem a segunda língua de forma lúdica, por meio de um programa de semi-imersão no inglês, em que são criadas oportunidades para a criança utilizar o idioma em muitas situações e momentos da rotina escolar, de maneira natural, através de dramatizações, demonstrações e jogos.

O contato diário com o inglês acontece durante o turno de aulas regular – na Educação Infantil, 50% da carga horária é oferecida em inglês e, no 1º ano do ensino fundamental, os alunos têm 10 aulas em inglês semanais. “A qualidade do nosso ensino é aferida de maneira imparcial, através de certificação internacional em parceria com a Universidade de Cambridge e Universidade de Michigan. Seus exames medem o nível de compreensão e expressão oral e escrita, de acordo com o Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas (CEFRL)”, finaliza Bazante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *