Fórmula E: Lucas Di Grassi vence no México pela terceira vez

Lucas Di Grassi venceu neste sábado (19) a primeira corrida do ePrix de Puebla, oitava etapa da Fórmula E. O brasileiro da equipe Audi Sport largou da oitava posição no Autódromo Miguel Abed, no México, e escalou o pelotão ao longo dos 45 minutos de corrida. O campeão da terceira temporada da categoria dos carros elétricos cruzou a linha de chegada na segunda posição, mas ficou com a vitória após a desclassificação de Pascal Wehrlein por infração técnica.
O resultado representa a primeira vitória de Di Grassi na atual temporada, e a terceira do piloto no México, repetindo 2017 e 2019, ano em que superou o mesmo Wehrlein nos metros finais. Os triunfos anteriores do piloto foram conquistados no Autódromo Hermanos Rodríguez, localizado na Cidade do México, sempre pela Audi.
“Gostaria de agradecer a Audi Sport. Muitas vezes, parece que o automobilismo é um esporte individual, mas não é. Que esta vitória seja um ponto de virada para a equipe”, disse Di Grassi, logo após a corrida. “Este é o primeiro pódio da Audi neste ano, e junto com o René (Rast, companheiro de equipe). A gente tinha ritmo, faltava acertar uma corrida”, completou o piloto.
O resultado coloca o único brasileiro a ter disputado todas as corridas da história da Fórmula E na 11ª do campeonato, com 36 pontos. O holandês Robin Frijns é o líder do campeonato com 62 pontos. A Fórmula E realiza mais uma corrida no México neste domingo (20). Haverá mais um treino livre e outra classificação. O ePrix de Puebla tem largada marcada para 18h, e contará com transmissão da TV Cultura e do Sportv.

Classificação da corrida deste sábado em Puebla:
1º – Lucas Di Grassi (BRA/Audi Sport) – 28 voltas
2º – Rene Rast (ALE/Audi Sport) – a 0s497
3º – Edoardo Mortara (SUI/Venturi) – a 2s774
4º – Alexander Sims (ING/Mahindra) – a 10s443
5º – Jake Dennis (ING/BMW Andretti) – a 11s473
6º – António Félix da Costa (POR/DS Techeetah) – a 11s624
7º – Stoffel Vandoorne (BEL/Mercedes) – a 12s022
8º – Mitch Evans (NZL/Jaguar) – a 12s351
9º – Nyck de Vries (HOL/Mercedes) – a 12s936
10º – Alex Lynn (ING/Mahindra) – a 13s154
11º – Oliver Turvey (ING/NIO) – a 14s548
12º – Maximilian Günther (ALE/BMW Andretti) a 15s257
13º – Tom Blomqvist (ING/NIO) – a 15s442
14º – Norman Nato (FRA/Venturi) – a 15s756
15º – Sérgio Sette Câmara (BRA/Dragon-Penske) – a 16s971
16º – Robin Frijns (HOL/Virgin) – a 17s942
17º – Joel Eriksson (SUE/Dragon-Penske) – a 18s285

Não completaram
Sam Bird (ING/Jaguar)
Jean-Éric Vergne (FRA/DS Techeetah)
Nick Cassidy (NZL/Virgin)
Sébastien Buemi (SUI/Nissan e.dams)
Oliver Rowland (ING/Nissan e.dams)

Desclassificados
Pascal Wehrlein (ALE/Porsche)
André Lotterer (ALE/Porsche)

Classificação do campeonato:
1º – Robin Frijns – 62 pontos
2º – António Félix da Costa – 60
3º – Nyck de Vries – 59
4º – Rene Rast – 58
5º – Mitch Evans – 58
6º – Stoffel Vandoorne – 54
7º – Sam Bird – 49
8º – Edoardo Mortara – 47
9º – Jean-Éric Vergne – 46
10º – Jake Dennis – 43
11º – Lucas Di Grassi – 39
12º – Alexander Sims – 36
13º – Pascal Wehrlein – 36
14º – Oliver Rowland – 35
15º – Nico Müller – 30
16º – Alex Lynn – 24
17º – Maximilian Günther – 22
18º – Nick Cassidy – 19
19º – André Lotterer – 18
20º – Oliver Turvey – 13
21º – Sérgio Sette Câmara – 12
22º – Sébastien Buemi – 11
23º – Norman Nato – 11
24º – Tom Blomqvist – 5
25º – Joel Eriksson – 0

Texto: Leonardo Marson

foto: Audi Motorsport

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *