O espaço Lev bem estar se consolida no mercado de estética e terapias integrativas

Com um Ambiente aconchegante e mais de 40 opções, entre tratamentos estéticos e terapias, desenvolvidos pela equipe de profissionais, o espaço Lev, celebra no mês de outubro um ano de atuação, no segmento.

De acordo com a empresária Virgínia Carvalho, desde que iniciou a flexibilização das medidas restritivas, por conta da pandemia da Covid-19, as pessoas estão ansiosas por novas técnicas e tratamentos que ajudem a melhorar a saúde de uma forma geral, além da aparência.

” Nosso movimento aumentou em torno de 30 %. Recebi diariamente pessoas muito preocupadas em se cuidar. Na verdade, em cuidar da mente e do corpo. Aqui, na Lev temos muitas terapias holísticas, energéticas que são terapêuticas super relaxantes e eficientes, no combate à ansiedade e depressão, ao mesmo tempo oferecemos muitos tratamentos estéticos, tudo de acordo com a necessidade de cada cliente.

Nosso objetivo é oferecer um bem estar real ao nossos clientes, de forma integral e eficaz ! E isso se dá pelo ambiente agradável, o atendimento afetivo e de qualidade e a cada detalhe da nossa decoração que remete e afloram sentimentos de paz interior” destacou Virgínia.

A Lev bem estar foi criada com o propósito, de trazer o que há de mais moderno dentro do mercado de estética, mas sempre com o compromisso de entender que cada corpo é único e não existem padrões.

“Nossa missão é levar bem-estar, seja por meio de tratamentos corporais, faciais, depilação a laser definitiva, ou por meio de reiki, harmonização akashica ou constelação familiar.

Entendemos que a estética tem a função de melhorar e aumentar a autoestima das pessoas por suavizar, embelezar uma região, seja ela do rosto ou do corpo, cuidando não só da saúde da pele, mas também da imagem individual que cada pessoa tanto busca ou mesmo necessita, porem, muitas vezes não é mexendo no físico que conseguimos isso, e precisamos de tratamentos energéticos pra que essa beleza floresça de forma consistente e duradoura porque ela passa a vir de dentro.” concluiu a empresária Virgínia Carvalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *