Catálogo virtual “Cartões Postais do Século XIX” resgata histórias de importante patrimônio

Em 1922, a distância em linha reta entre Pesqueira e Brejo da Madre de Deus levava mais de uma hora com os meios de condução da época, mas a comunicação entre as duas cidades se tornava mais próxima com os postais compartilhados por parentes e amigos. Um exemplo é este belo postar florido para comunicar nascimento na família do casal Gumercindo e Olympia Duque, datado de 9 de março de 1922, e que integra o registro do projeto “Cartões Postais do Século XIX”, estudo realizado pela produtora cultural Ana Maria Silva e a pesquisadora e produtora cultural Dora Dimenstein.

O projeto ganha as ruas trazendo importante registro de postais da segunda metade do século 19 e início do século 20 do acervo do Museu Histórico do Brejo da Madre de Deus, realizado pelas curadoras Ana Maria Silva e Dora Dimenstein, com a produção da ADCE Produção Cultural, intitulado “Cartões Postais do Século XIX” com incentivo da Lei Aldir Blanc. “Coletamos registos incríveis de muita beleza e que trazem uma nova perspectiva da comunicação na forma de postais, em um catálogo virtual que integra o nosso projeto, realizado através do apoio da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco”, destaca a pesquisadora e produtora cultural Dora Dimenstein. No estudo, temos muitas facetas dessa forma de comunicação que pode ser conferido no portal @miradajanela (https://www.miradajanela.com/).

A beleza e histórias únicas registradas vai além de portais de turismo e que trazem reproduções impressas por grandes editoras da época como a recifense Casa Ramiro, francesas e italianas. O projeto, realizado pela produtora cultural Ana Maria Silva e pesquisadora e produtora cultural Dora Dimenstein, resgata moda europeia dos postais artísticos que alcançou o Brasil nesse período, preservaram acontecimentos do cotidiano como casamentos, batizados, entre outros em reproduções de fotos (tradicionais ou aquareladas artisticamente) com pinturas à mão, e outros com papel reciclado, que se transformaram em verdadeiras obras de arte da história e vida pernambucana. “O levantamento traz muitos momentos que atestam a vida cotidiana daquela sociedade, que foi compilado neste belo catálogo que desenvolvemos e publicamos em um portal para conhecimento de todo público na parceria com o portal de editoria cultural Mirada”, completa Dora.

Confeccionado com imagens captadas pelo fotógrafo Genilson Araújo Almeida, em parceria com a Prefeitura do Brejo da Madre de Deus, o catálogo conta com diagramação do design Raul Kawamura, que em 2012 realizou o trabalho de exposição “RECIFE EM RETRATOS” no Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA). “O processo de trabalho foi meticuloso e o mais importante é que envolveu o apoio fundamental do Museu e da Prefeitura do Brejo da Madre de Deus para registrar pontos de vista que as novas gerações não conhecem. E o resultado é este catálogo virtual, que envolveu profissionais que abraçaram a visão desse projeto proporcionando um novo olhar para o passado para construir um novo futuro”, reforça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *